Estagio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1837 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA

RELATÓRIO DE PESQUISA E PRÁTICA PROFISSIONAL: DIVERSIDADE EDUCATIVA

Xanxerê, SC

2011

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA

RELATÓRIO DE PESQUISA E PRÁTICA PROFISSIONAL: DIVERSIDADE EDUCATIVA

Relatório de Pesquisa apresentado como Atividade de Portfólio da Disciplina Pesquisa e Prática Profissional: DiversidadeEducativa, no Curso de Pedagogia à Distância da Faculdade Internacional de Curitiba.

Tutor Local: Eldrin SantiniGraciane Vinieski

Centro Associado: Xanxerê

Xanxerê, SC

2011

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3

2. A DIVERSIDADE CULTURAL 4

2.1. A PRÁTICA X TEORIA 5

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS 8

REFERÊNCIAS 9

1.INTRODUÇÃO

Uma sociedade em que se prevalece das diferenças, admite a alteridade, mas, acentua a dessemelhança e, conseqüentemente, evidencia a diversidade não poderia conseguir a harmonia entre os povos. Porém é deste pressuposto que entende-se a sociedade brasileira, o que se torna irônica, uma vez que este é um dos países que tem a maior diversidade cultural do mundo.

Adiversidade cultura e os conceitos do papel da escola e identidade do aluno permeiam estes estudos que contemplam mais uma vez o confronto entre a teoria e a prática.

Este tema que é polêmico e como o próprio conceito de cultura, é transversal e mutável, merece uma atenção especial pelo docente uma vez que estes questionamentos estão em voga para a formação de uma educação renovada.

Otrabalho se dará através de observação das tele aulas das disciplinas da unidade Temática Diversidade Cultural, leituras das referências recomendadas, visita e observação da instituição estudada e questionamento aos docentes da mesma.

É extremamente importante este confronto, pois sempre conseguimos adquirir destas experiências o que funciona ou o que deixa de funcionar na prática deacordo com o que vimos na teoria. E a realidade normalmente é muito diferente.

2. A DIVERSIDADE CULTURAL

Segundo os estudos alavancados pelas leituras do autor Michaliszyn pode-se conferir alguns conceitos sobre diversidade cultural. Partindo do pressuposto de diversidade que pode significar “alteridade”, “diferença” e “dessemelhança”. Cultura, por sua vez é “o processo através do qual ohomem dá sentido a si e a todas as coisas que o cercam: a natureza e o outro” (Michaliszyn, 2008, p. 32).

Portanto a diversidade cultural é o respeito e reconhecimento das diversas formas de pensar, agir, falar, enfim, aos costumes de todas as pessoas, que como atores culturais, assimilam os costumes advindos de seus ascendentes e os transformam para passar adiante.

Neste contextopode-se considerar o papel da sociedade que forma a cultura do sujeito que está em constante transformação revelando-se de acordo com as suas ideologias e religiões, sistemas políticos e econômicos, laços de parentesco e a residência.

Porém, ao verificarmos o papel da sociedade na formação cultural constata-se que ela possui uma norma padrão podendo oprimir, regular e modelar as relações,os comportamentos e os papéis sociais gerando o fator “diferenças culturais” como algo prejudicial e não enriquecedor.

Existem condições específicas que determinam o comportamento das pessoas de uma sociedade, sendo os fatores individuais, educacionais, socioeconômicos e ambientais. Esses fatores demonstram que o ser humano tem a vontade de ser singular e único ao mesmo tempo que nãoadmite a possibilidade de viver sozinho.

Principalmente no Brasil, em que a diversidade cultural é acentuada de maneira a extinguir deste território um estereótipo que determine a cultura local, o ambiente escolar que considera a todos é um problema, uma vez que planificar pensando nesta diversidade nem sempre é prioridade.

A escola acaba por cair em contradições da democracia uma...
tracking img