Estado governo e mercado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2781 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|[pic] |UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPIRITO SANTO |[pic] |
| |UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL – CAPES | |
| |NÚCLEO DE EDUCAÇÃO E ENSINO A DISTÂNCIA – ne@ad/UFES ||
| |PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA- PPGASC | |
| |
|CURSO ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO EM SAÚDE|



MAPA DE ATIVIDADES – MÓDULO 1

Orientadora: Profª Drª Rita de Cássia Duarte Lima

1ª Aula – 02/04/2012

Ler, aprofundar e comentar sobre os principais teóricos que discutem sobre o tema Mercado, Governo e Mercado – Maximillian Carl Emil Weber, Barão de Montesquieu, Jean-Jacques Rousseau, Adam Smith.

Maximillian Carl Emil Weber:A sociologia tem sua origem neste sociólogo bem como estudos e pesquisas sobre religiosidade de cultura, acreditava que era necessário uma interdependência entre a religião, economia e a sociedade, pois só assim o núcleo social poderia ser analisado , segundo ele o estado é supremo uma vez que tem a legitimidade para fazer cumprir ordens , enquanto outras organizações como o tráfico por exemplodisputam territórios pois desprovidos de legitimidade usam a força física para controlar territórios., ele lembra ainda que na sociedade há outras “forças” organizadoras como igrejas, grandes emprezas etc.Assim como o meio de comunicação em massa que exerce grande poder sobre a população o que ao meu ver muitas vezes transformam a sociedade em massa de manobra para se fazer cumprir vontadepolíticas, ou aumento de consumismo entre outros fatores, más ainda assim o poder do estado é supremo segundo o autor e nenhuma outra instituição ou organização teria mais poder do que o estado e este não admite concorrência, nesta linha de pensamento o autor ao meu ver desconsidera a coletividade pois uma sociedade organizadae articulada teria poder de mudar rumos de um governo se este não estivesseagindo de acordo com o estado, pois muitas políticas publicas como o SUS por exemplo etsá se tornando uma política de governo e não de estado aí seria a vez da sociedade intervir.

Barão de Montesquieu: Pao estado é dividodo em três funções :legislativa, executiva, judiciária onde cada uma teria suas obrigaçãoes e atribuições, desta forma segundo o autor o estado não abusaria do seu poder, isso sechama separação funcional dos pderes , modelo inclusive vivenciados por nós hoje e que de certa forma tem funcionado para organizar a sociedade, é claro que muitas vezes nestas instancias a falta de ética e de moralidade gera a desorganização e injustiças na sociedade, o autor defende ainda que se o estado pode ser dividido assim ele também pdoe ser dividido em intancias políticos administrativasdiferentes tendo uma instancia nacionail e outra subnacionais., no Brasil vemos que o estdo é dividido em entes federados e cada um tem sua autonomia para regular , organizar, aplicar leis na sociedade,más em outros países as fromas de organização se diferem com alguma variaçõaes o que é absolutamente normal pois ao longo do tempo um país se organiza também dentro de sua realidade mesmo que sejainfluenciado por correntes de pensadores, más de qualquer forma o poder executivo sempre prevalescerá sobre os outros , ou seja é ele quem executa, como dizem é preciso fazer acontecer e neste caso quem faz acontecer é o executivo.

Jean-Jacques Rousseau: como toda linha de pensamento existem divergências de idéias entre seus pensadores Rousseau defende que o poder legislativo é o de...
tracking img