Esquizofrenia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO
No livro de Paulo Dalgalarrongo “Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais” nos relata que a esquizofrenia é a principal forma de psicose e que alguns sintomas são muitos significativos para este diagnóstico principalmente os sintomas que Kurt Schneider (1887 – 1967) que descreveu e denominou como “sintomas de primeira ordem”.
Os sintomas de primeira ordemindicam a profunda alteração de relação EU - mundo, o dano radical das “membranas” que delimitam o Eu em relação ao mundo, uma perca marcante da dimensão da intimidade. Para Schneider estes sintomas podem ser encontrados da seguinte forma:
1. Percepção Delirante: forma abrupta ( revelação);
2. Alucinações auditivas características: vozes que comentam ou comandam ação;
3. Eco doPensamento ou sonorização do pensamento: o paciente escuta seus pensamentos ao pensá-los;
4. Difusão do pensamento: sensação de que seus pensamentos são ouvidos;
5. Roubo do pensamento: Sensação de que seu pensamento é inexplicavelmente extraído roubado de si.
6. Vivências de influencia na esfera corporal e ideativa. Onde na corporal o paciente sente que uma força externa age noseu corpo. Na ideativa refere-se de que algo influencia seus pensamentos.
Já para aos psicopatológicos do final do século XIX e início do século XX a esquizofrenia foi dividida em subtipos bem como: a forma Paranóide, a forma Catatônica , a forma Hebefrênica e a forma Simples. Na Paranóide
Na Paranóide caracteriza-se por alucinações e idéias delirantes , de conteúdo persecutório.Na Catatônica é marcada por alterações motoras, hipertonia, flexibilidade cerácea e alterações da vontade , como negativismo, mutismo e implsividade.
Na Hebefrênica é caracterizada por pensamento desorganizado, comportamento bizarro e afeto peuril.
Na Simples observa-se um lento e empobrecimento psíquico e comportamental como negligência quanto aos cuidados de si ( higiene,roupas, saúde) embotamento afetivo e distanciamento.
Na última década tem-se dado mais importância à diferenciação da esquizofrenia em três subtipos (Andreasen,1995).
1. Síndrome negativa ou deficitária;
2. Síndrome positiva ou produtiva;
3. Síndrome desorganizada.


Síndrome Negativa e deficitária é caracterizada pela perda de certas funções na esfera da vontade,do pensamento e da linguagem. Nesta síndrome encontramos: distanciamento afetivo, embotamento afetivo, retração social, empobrecimento da linguagem e do pensamento (Alogia), diminuição da fluêncial verbal, diminuição da vontade (avolição) e hipopragmatismo, negligencia quanto a si mesmo e lentificação e empobrecimento psicomotor.
Síndrome positiva ou produtiva é inverso das negativas eos sintomas positivos são classificados por: alucinações, idéias delirantes, agitação psicomotoras, idéias bizarras e produções lingüísticas novas como neologismos e parafasias.
A síndrome desorganizada corresponde ao subtipo de esquizofrenia hebefrenica e nas formas desorganizadas encontramos: Pensamento progressivamente desorganizado de um leve afrouxamento das associações até a totaldesagregação e produção de pensamento, Comportamento desorganizados e incompreensíveis principalmente comportamentos sociais e sexuais inadequados, agitação psicomotora e vestimentas e aparência bizarras, afeto inadequado, afeto pueril onde o paciente reage de forma infantil (Dalgalarrongo, 2008).
A esquizofrenia então é um diagnóstico psiquiátrico que nos fala e relata um transtorno mentalcaracterizado por problemas na percepção e ou expressão da realidade. Distorções na percepção podem afetar todos os cinco sentidos, incluindo visão, audição, paladar, olfato e tato, mas mais comumente se manifestam como alucinações auditivas, delírios paranoides ou bizarras, ou discurso desorganizado e pensar com disfunção social ou ocupacional significativo lembrando aqui do caso do Arthur Bispo...
tracking img