Esquizofrenia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 30 (7326 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESQUIZOFRENIA

A esquizofrenia é uma das doenças neuropsiquiátricas mais sérias que existem, e carrega um forte estigma. Sua origem é incerta e a respeito dela existem diversas teorias. Aos poucos, os mitos ou realidades que se relacionam a esse transtorno estão sendo desmistificados, conforme sua divulgação nos diversos meios sociais.
Sendo uma doença relativamente comum, com prevalênciasimilar em todo o mundo, pode-se dizer que uma entre cem pessoas possam vir a desenvolver a esquizofrenia antes de atingir os 40 anos de idade, com riscos iguais para homens e mulheres. Além disso, ela afeta pessoas de todos os países, grupos sócio-econômicos e culturais.
Não há cura para a esquizofrenia, e sua gravidade varia de leve à grave. Mas é uma doença controlável através de umaterapêutica adequada. Quanto mais cedo se fizer o diagnóstico, maior a possibilidade de recuperação. Nas décadas passadas, várias pesquisas realizadas com familiares demonstraram uma correlação linear e direta entre o grau de parentesco e os riscos de surgimento da esquizofrenia. Seus sintomas mais comuns incluem dificuldades senso-perceptivas, comportamento anormal e incoerência no discurso; e não é raraa ocorrência de suicídio entre os esquizofrênicos.
Apesar das dificuldades que a doença acarreta à interação social, o tratamento proporciona o controle dos sintomas, possibilitando que os esquizofrênicos possam atuar como as pessoas que não apresentam a doença. A produção de antipsicóticos, ou neurolépticos, mais eficazes e com efeitos colaterais menos acentuados, adicionados à introdução denovas terapêuticas de reabilitação, causaram um grande impacto no tratamento e prognóstico da esquizofrenia, permitindo um tempo de internação mais curto e o benefício do desenvolvimento de atividades normais no cotidiano do paciente, fazendo com que pudesse interagir com sucesso nos diversos meios sociais.
A família do indivíduo que sofre desse transtorno mental também é afetada pelasconseqüências das questões preconceituosas e segregadoras que envolvem a doença, portanto, é necessário que os cuidados aplicados ao paciente, sejam estendidos às pessoas de seu convívio. É muito comum que, em conseqüência do isolamento social, os indivíduos afetados pela doença se tornem drogadictos, ou se envolvam em contravenções.

QUADRO CLÍNICO
Bleuler criou o conceito de esquizofrenia em 1911, e,de acordo com o esse conceito, trata-se de “uma doença caracterizada por uma alteração particular, que afeta o pensar, o sentir e as relações com o mundo exterior”. Seu diagnóstico é possibilitado pela observação de seus sintomas com traços psicológicos específicos, gerados por sua estrutura singular e irredutível, e Bleuler classificou os sintomas esquizofrênicos em fundamentais (característicosda esquizofrenia) e acessórios, (que podem aparecer em outras doenças mentais).
Esquizofrenia pode ser descrita como um transtorno caracterizado, em geral, por distorções fundamentais e características do pensamento e da percepção e por afeto inadequado ou embotado. A consciência clara e a capacidade intelectual estão usualmente mantidas, embora certos déficits cognitivos possam surgir no cursodo tempo. A perturbação envolve as funções mais básicas que dão à pessoa normal um senso de individualidade, unicidade e de direção de si mesmo. Os mais íntimos pensamentos, sentimentos e atos são freqüentemente sentidos como conhecidos ou partilhados por outros e podem desenvolver-se delírios explicativos, a ponto de o indivíduo atingido crer que forças naturais ou sobrenaturais trabalham deforma a influenciar seus pensamentos e ações, de modo freqüentemente bizarro. Embora nenhum sintoma estritamente patognomônico possa ser identificado, os fenômenos psicopatológicos mais importantes incluem eco do pensamento, inserção ou roubo do pensamento, difusão do pensamento, percepção delirante e delírio de controle, influência ou passividade, vozes alucinatórias comentando ou discutindo com...
tracking img