Esclerose multipla

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1560 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCLEROSE MULTIPLA

SUMÁRIO

1. OBJETIVO............................................................................................................................Pág. 4
2. INTRODUÇÃO.....................................................................................................................Pág. 4
3. DEFINIÇÃO ECLASSIFICAÇÃO....................................................................................Pág. 4
4. ETIOLOGIA.........................................................................................................................Pág. 6
5. ANATOMIA...........................................................................................................................Pág. 6
6.DIAGNÓSTICO....................................................................................................................Pág. 7
7. EXAMES...............................................................................................................................Pág. 8
8. SINTOMAS...........................................................................................................................Pág. 9
9. TRATAMENTOMÉDICO................................................................................................Pág. 10
9.1. TRATAMENTO MEDICAMENTOSO.........................................................................Pág. 11
9.2. TRATAMENTO PSICOLÓGICO..................................................................................Pág. 12
10. QUALIDADE DE VIDA NA ESCLEROSE MULTIPLA.............................................Pág. 13
7.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..............................................................................Pág. 14

1. Objetivo
O presente trabalho tem por objetivo, levantar, segundo literaturas da área, os pontos relevantes acerca das distribuições de causalidades, sintomas, métodos de tratamento e diagnósticos da esclerose multipla.

2. Introdução
Segundo a ABEM (Associação Brasileira de EscleroseMúltipla) a Esclerose Múltipla (EM), também conhecida como esclerose disseminada, é uma doença bem comum entre jovens e adultos que comprometem o Sistema Nervoso Central.
Quem primeiro descreveu essa doença foi Jean Martin Charcot em 1868. Ela lesiona a mielina, camadas lipoproteicas que envolvem e isolam as fibras nervosas que permite que os implusos nervosos transmitam rapidamente, essalesionada prejudica a neurotransmissão (Abem, 2011).
De acordo com Oliveira e Souza (1998) a esclerose múltipla é considerada uma enfermidade inflamatória, auto-imune ao que tudo indica. Talvez sejam responsáveis pelo seus primeiros surtos a suscetibilidade genética e a influência ambiental.
É uma doença de causa desconhecida, e sua definição se da clinicamente pelos sintomas, sinais e progressõesneurológicas típicas (Leal, Natividade, Souza, Pazzim e Garbelini, 2011). O diagnóstico da EM é clínico. Não há exame laboratorial isolado que comprove a doença (Oliveira e Souza, 1998).
Seus sinais e sintomas são variados e múltiplos, os mais comuns são fadiga, depressão, fraqueza, dormência, dificuldade na coordenação, perda do equilíbrio e dor. Turvação da visão, diplopia, cegueira emplaca e cegueira total são incluídos nos distúrbios visuais decorrentes das lesões nos nervos ópticos ou em suas conexões (Leal, Natividade, Souza, Pazzim e Garbelini, 2011).

3. Definição e Classificação
Definida clinicamente pelos sintomas, sinais e progressões neurológicas típicas, a EM é uma doença de causa desconhecida, sendo caracterizada por áreas disseminadas de inflamação,desmielinização e patologia axonal que afeta o cérebro, os nervos ópticos e a medula (Cecil, 2005, p. 2713). A desmielinização se dá pela destruição da mielina, um material gorduroso e protéico que circunda determinadas fibras nervosas no cérebro e na medula espinhal resultando no comprometimento da transmissão dos impulsos nervosos (Leal, Natividade, Souza, Pazzim e Garbelini, 2011).
Figura I....
tracking img