Empirismo resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (284 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ficamos com a parte do empirismo, uma corrente de pensamento relativa a natureza da aprendizagem, que defendia que a inteligência é adquirida pelas percepções, ou seja, que todos nósnascemos como uma tábula rasa e apenas com as experiências da vida é que contraímos sabedoria. Por conta da valorização do experimento e do conhecimento científico do empirismo,surgiu a metodologia científica.
E um dos filósofos que defenderam essa corrente foi o britânico Thomas Hobbes, que desde o século 17 vinha estudando a mente humana e concluiu que somosseres malevolentes por natureza, e por isso necessitamos de um poder centralizado e autoritário na organização social.
John Locke, formado em medicina pela Oxford, sempre tevevontade de prestar filosofia. Ficou conhecido pela frase: “Nada pode existir na mente que não tenha passado antes pelos sentidos”, ele foi influenciado pela física clássica e por Descartes.Deu origem ao contrato social, que consistia numa eleição feita pelos governados para eleger um representante da maioria, o governante. Ele deveria lutar pelos direitos da população;não apenas os direitos políticos, mas também pela liberdade de expressão, e pelos direitos religiosos. Caso os governados não estivessem satisfeitos, deveriam depô-lo e fazerem umareeleição. Locke também defendia a divisão dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário. Com essas ideias, o filósofo influenciou não apenas a independência dos estadosunidos, mas também alguns democratas da China e o próprio Nelson Mandela. Para ele, todos nascem iguais, apenas a educação faz com que nosso caráter e nossa personalidade sejam diferentes.Seu objetivo era encontrar um conjunto semelhante de regras para a mente humana. Para ele, os elementos básicos da mente são ideias, que vem todas de uma única fonte: a experiência.
tracking img