Economia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2
20/12/2011

Artigo: Crise europeia e 'welfare state', por José Pastore


No artigo Legends of Fail (New York Times, 10/11/2011), Paul Krugman argumenta que as generosidades trabalhistas eprevidenciárias do welfare state da União Europeia não têm nada que ver com a atual crise. Ele diz que a Suécia é um caso de sucesso econômico apesar das altas despesas com o bem-estar da população.Robert Solow e outros economistas dizem que os países que estão em crise, além do endividamento excessivo devido ao fiasco do euro, perderam competitividade em razão das generosas políticas delicenças estendidas, jornadas encurtadas, aposentadorias precoces e seguro-desemprego de longa duração. Combinadas com o envelhecimento da população, as baixas taxas de fecundidade e a invasão de imigrantesque necessitam de ajuda, aquelas políticas comprometeram severamente o desempenho das empresas e dos países.

Ouso adicionar que Paul Krugman desconsiderou o fato de a Suécia ter feito muitosajustes no clássico modelo de welfare state pela via de acordos negociados entre sindicatos e empresas que ajustaram as jornadas aos salários e demais benefícios nos casos de necessidade, garantindo-se,assim, proteções realistas. Na Alemanha, igualmente, o uso de medidas flexíveis é rotina. Os contratos coletivos nacionais são muitas vezes renegociados no nível das empresas. O uso de trabalhotemporário, tempo parcial, prazo determinado e da terceirização é livre. O seguro-desemprego foi contido e combinado com treinamentos. O setor público é pequeno.

Nada disso existe nos países que enfrentam acrise atual: Itália, França, Portugal, Espanha e Grécia. Neles as despesas são rígidas e de grande monta. O setor público é inchado e caro. É um tipo de welfare state bem diferente do sueco. Ninguémseria ingênuo a ponto de dizer que o welfare state causou a crise atual. Da mesma forma, ninguém pode negar que esse modelo gera grandes dificuldades para os países pagarem as dívidas.

A solução...
tracking img