Direitos das mulheres

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 40 (9868 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Escola Secundária de Esmoriz
Ano Lectivo 2009/2010
Filosofia - 10ºB
Prof. Alice Santos






Ana Oliveira nº2
Catarina Ferreira nº4
Ema Santos nº6
Maria Silva nº10


Índice



Introdução 3
A discriminação 4
Direitos 12
A discriminação no passado 16
Países onde há máximo de discriminação 17
Casos de discriminação das mulheres no Mundo 19
Casos de discriminaçãodas mulheres em Portugal.............................................20
* O estatuto da mulher na sociedade......................................................................22
Argumentos que alimentam a discriminação 23
Formas de eliminação da discriminação 24
A mulher na história da filosofia 27
* História dofeminismo.........................................................................................32
* Feminismo em Portugal.......................................................................................34
* Feminismo no Mundo..........................................................................................35
* Feminismo hoje...................................................................................................36
Conclusão 40Bibliografia 41







Introdução

Neste trabalho vamos abordar um problema do mundo contemporâneo, os direitos da mulher e a discriminação a que esta é sujeita.
Iremos também focar formas de discriminação e como evoluíram ao longo do tempo, em diferentes culturas e em diferentes lugares do planeta. Para além disto, iremos também referir todos os direitos que a mulher deveriausufruir.
Este trabalho dá-nos a conhecer os avanços que ocorreram em alguns países nos últimos séculos e o que ainda falta suceder para que a igualdade entre os sexos seja equitativa e para que a mulher deixe de ser considerada um ser inferior em relação ao homem.

As mulheres serviram por todos estes séculos como espelhos possuindo o mágico e delicioso poder de reflectir a figura do homemcom o dobro do seu tamanho natural.
Virginia Woolf

Discriminação

Para os fins da presente Convenção, a expressão «discriminação contra as mulheres» significa qualquer distinção, exclusão ou restrição baseada no sexo que tenha como efeito ou como objectivo comprometer ou destruir o reconhecimento, o gozo ou o exercício pelas mulheres, seja qual for o seu estado civil, com base naigualdade dos homens e das mulheres, dos direitos do homem e das liberdades fundamentais nos domínios, político, económico, social, cultural e civil ou em qualquer outro domínio.
“Convenção Internacional sobre a eliminação de todas as formas de discriminação contra a mulher”, Artigo 1º, Parte I

A discriminação contra as mulheres não viola apenas os direitos fundamentais e o respeito pela dignidadedas mulheres, mas impede as mulheres de contribuírem e de participarem na vida política, social, económica e cultural, a nível nacional e internacional, em condições idênticas às dos homens. Constitui um obstáculo à melhoria e ao progresso da sociedade porque priva da integral e completa contribuição de mais de metade da população.
A batalha do sexo feminino pela igualdade de direitos estálonge de ter fim. As mulheres são as principais vítimas de tráfico sexual e laboral, violência doméstica e mutilação genital. São ainda alvo de discriminação no emprego, apesar de dominarem nas universidades. Tudo isto é uma realidade dos dias de hoje, em Portugal e no mundo.
Os estudos permitem concluir que, apesar da legislação criada nos últimos anos a favor da igualdade, na prática continuam asubsistir situações de discriminação das mulheres. Discriminadas na sua vida profissional, social e familiar, as mulheres são ainda penalizadas pelo «delito da maternidade».
“Que desgraça ser mulher! Entretanto, a pior desgraça quando se é mulher é, no fundo, não compreender que sê-lo é uma desgraça...” afirmação de KiERKEGAARD (teólogo e filósofo dinamarquês).

Existem vários tipos de...
tracking img