Direito romano no final da idade média

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (971 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE – UNIVILLE

CURSO DE DIREITO











O RENASCIMENTO DO DIREITO ROMANO NO FINAL DA IDADE MÉDIA

E SUA INFLUÊNCIA NO CONTINENTE EUROPEUDAIANE HOFFMANN ALVES

PROFESSORA HERCÍLIA APARECIDA GARCIA REBERTI

História das Instituições Jurídicas







Joinville – SC

2001

SUMÁRIOINTRODUÇÃO

1. O DIREITO ROMANO

2. O CONTEXTO HISTÓRICO DOS SÉCULOS XII E XIII

3. O RENASCIMENTO DO DIREITO ROMANO

1. Fatores Políticos

2. Fatores Econômicos

3. FatoresSociais

4. Fatores Epistemológicos

CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS





































INTRODUÇÃO





Este trabalho tem porobjetivo mostrar a importância da retomada dos estudos do direito romano clássico pelos europeus nos séculos XII e XIII.

Após a descoberta do Corpus Juris Civilis de Justiniano, pelos juristaseuropeus, o direito romano voltou a ser influência, depois de vários séculos em que esteve esquecido devido à chegada do Feudalismo. E como mudou o direito europeu, que após incorporar os métodos romanos,deixou de ser ético e costumeiro para tornar-se um conjunto de normas universais.

As fontes bibliográficas adotadas para que se pudessem realizar estes estudos foram livros referentes aosestudos de direito romano, revistas cientificas e internet.

























1. O DIREITO ROMANO



O direito romano abrange um período de cerca de 12 séculos,que vai desde a fundação da cidade de Roma (753 a.C.) até a queda do Império Romano (476 d.C.), com as invasões bárbaras e o início do feudalismo, a cultura romana foi aos poucos sendo deixada de lado.Divide-se a história romana e o direito romano em três períodos. O período da realeza corresponde à primeira forma de governo, onde existia o chamado direito primitivo, onde os únicos que...
tracking img