Dialetica do esclarecimento adorno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1182 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1- faça uma síntese do texto de Adorno e Horkheimer.

No texto os autores traçam o conceito de esclarecimento como o progresso do pensamento que sempre persegue a meta de retirar os seres humanos de um estado de terror e medo perante a natureza e torná-los, nesse processo, dominadores conscientes das forças naturais. Antes desse processo, o mundo apareceria ao homem como encantado, ou seja,subjugado por um encantamento, um feitiço, em transe, situação em que a natureza parecia revestida de poderes divinos, sobrenaturais, carregados de uma significação universal imediata. O esclarecimento se considera a si próprio, em linhas gerais, a fuga da concepção mítica do mundo através do aumento contínuo do nível de saber. Salientando, esse conhecimento não é obtido pelo prazer da verdade, dacontemplação do que é verdadeiro em si mesmo, mas sim tendo em vista a dominação imediata tanto da natureza quanto dos outros homens através da própria natureza dominada. Assim, a ciência teve, desde sempre, a técnica como essência, procedimento eficaz, que somente se procura para aumentar a dominação sobre a própria natureza: “poder e conhecimento são sinônimos”. Daí precisamente o fato de oesclarecimento ser totalitário, pois para sua própria realização ele precisa se realizar em todos os âmbitos imagináveis do conhecimento: não pode restar nenhum mistério, nenhum enigma, nada de obscuro, nem mesmo o desejo de revelar qual seja esse mistério, pois esse deve ser extirpado, e não mostrado e evidenciado por alguma via, como narrativas e imagens. Uma das críticas do esclarecimento ao mito,segundo o texto, seria o fato de o pensamento mítico ver nas coisas de que o homem tem medo apenas uma projeção de suas próprias angústias, conflitos, temores, ânsias, etc. Os deuses e todas as forças divinas seriam o resultado da projeção de tais sentimentos na natureza para, de alguma forma, tentar compreendê-las através desse processo de identificação com a própria natureza. Ou seja, esta seriaconhecida pelo fato de os homens projetarem nela aquilo que eles mesmos podem perceber em si próprios. As forças divinas, por escaparem a toda possibilidade de compreensão e domínio verdadeiros, esclarecidos, são tomadas como simples reflexo do que se percebe como uma força e poder no âmbito da própria subjetividade.


2- Conceitue esclarecimento, mito, magia e razão.

O esclarecimento é aradicalização da angustia mítica, a pura imanência do positivismo, nada mais que um tabu, por assim dizer, universal. É a saída do homem da menoridade, da qual ele próprio é culpado, desde modo, aquele que é o próprio esclarecido não tem medo de sombras e ao mesmo tempo tem à mão um numeroso e bem disciplinado exercito para garantir a tranquilidade publica. O esclarecimento se constitui de uma seriede fenômenos modernos, dentro dos quais encontramos o processo de racionalização, que rompe com a tradição e faz com que os hábitos de vida modernos sejam guiados pela lógica do cálculo e da previsibilidade. O esclarecimento é buscar uma verdade acima de qualquer coisa, o quê que é plausível, o que é satisfatório, para não aceitar formas de dominação.

Mito, assim como o ritos mágicos, tem emvista a natureza que se repete. O mito queria relatar, denominar, dizer a origem, mas também expor, fixar, explicar. Mito é o relato de um acontecimento ocorrido no tempo primordial, mediante a intervenção de entes sobrenaturais, o relato de uma historia verdadeira ocorrida no tempo dos princípios, quando com a interferência de entes sobrenaturais, uma realidade passou a existir, seja total ou tãosomente um fragmento, ou seja, a narrativa de uma criação.

Magia tem característica pratica e manipulando-a através de plantas, símbolos, e outros, esta irá interferir na realidade, controlando-a. Como a ciência, a magia visa fins, mas ela os persegue pela mimese, não pelo distanciamento progressivo em relação ao objeto. Ela não se baseia de modo algum na onipotência dos pensamentos, que o...
tracking img