Diagnostico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10727 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Regional de Filosofia, Ciências
e Letras de Candeias – FAC
















DIAGNÓSTICO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NO
MUNICÍPIO DE VALENTE
















Valente-Ba
2011
JASSECLEIDE SILVA DE LIMA




















Trabalho apresentado à Faculdade Regional de Filosofia, Ciências e Letras deCandeias – FAC, como requisito de avaliação da disciplina Projetos Ambientais e Sustentabilidade do Curso de Pós – Graduação em Ecologia e Sustentabilidade.
Professor M.S.C. Grênivel M. da Costa














Valente – Ba
2011







Resumo


Este trabalho apresenta informações relevantes sobre um dos maiores problemasambientais que é o lixo jogado a céu aberto no Município de Valente, bem como apresenta alternativas e possíveis soluções que precisam ser adotadas pela sociedade, principalmente a criação de políticas públicas que venham solucionar o problema do lixo na sociedade em geral, visto que a população ainda não despertou para a gravidade e os impactos ambientais provocados pelos maus hábitos cotidianos.Palavras-chave; Aterro sanitário; Legislação brasileira; Resíduo Sólido Urbano; Coleta Seletiva; Educação Ambiental.







1 – INTRODUÇÃO

1.1 - APRESENTAÇÃO DO PROBLEMA

Atualmente com os novos padrões de consumo da sociedade, refletindo visivelmente na quantidade e nas características dos resíduos gerados, o lixo deixou de ser predominantemente orgânico e biodegradávelpassando a ser constituído de materiais com pouca ou nenhuma degradabilidade como plásticos, metais, vidros etc. Nos aglomerados urbanos, o lixo deixou de ser visto apenas como uma atividade dos serviços públicos de limpeza urbana, que o afastava da fonte geradora, mas também tornou-se um agravante aos problemas de saúde pública e ambiental, com elevado grau de complexidade.
Toda atividadehumana produz sobras, resíduos materiais desnecessários, que são genericamente denominados Lixo. Do ponto de vista econômico, definimos lixo como tudo aquilo que não têm mais valor.
Para Mansur (1993) pode-se definir lixo como: “Todo e qualquer resíduo sólido proveniente de atividades humanas ou gerado pela natureza em aglomerações urbanas (folhas, terra, etc.). Sua caracterização é feitasegundo sua origem, dividindo-se basicamente em residencial, comercial, industrial e hospitalar. A importância da limpeza urbana passa por evitar efeitos maléficos do lixo, em termos de agentes físicos (problemas de assoreamento e entupimento); agentes químicos (poluição atmosférica advinda da queima e contaminação da água superficial e subterrânea); agentes biológicos (atrativo para vetores dedoenças) e finalmente aspectos estéticos e de bem estar (poluição visual e odor desagradável)”.
O lixo acompanha o homem em seu progresso. É algo que surge automaticamente sempre que existir alguma coisa inútil ou imprestável ao seu proprietário e, que ele não só deseja como precisa desfazer-se dele e abrir espaço a outras utilidades que atendam de imediato, as suas necessidades desubsistência, conforto, segurança ou, simplesmente, estética. Acontece, porém, que a nossa preocupação com o lixo tem uma existência muito recente.
Porém não se pode deixar de perceber que o lixo é de fato uma instituição fundamental na sociedade industrial. Tão fundamental como a fábrica e o lucro. O lixo é irmão tão gêmeo destes, que já pensamos muito mais longe: Lixo gera Lucro ou Lucro geraLixo?(RODRIGUES,1992).
A natureza do lixo domiciliar e dos estabelecimentos comerciais e industriais tem mudado drasticamente nas últimas décadas. A quantidade gerada também vem crescendo dia a dia, tornando a questão da destinação do lixo um dos mais difíceis problemas ambientais da nossa época nos centros urbanos. Boa parte dos orçamentos municipais vai para o lixo, se somados os gastos...
tracking img