Dheg

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (596 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Eclâmpsia - 10 passos do tratamento
1. punção de veia calibrosa e solução isotônica
2. fazer sulfato de magnésio
3. manter a paciente em decúbito lateral esquerdo
4. aspirar secreção e instalarprotetor oral
5. fazer O2 por cateter nasal ou máscara
6. prescrever anti-hipertensivos se necessário
7. colher exames de sangue e urina
8. controle da diurese com cateterismo
9. aguardarrecuperação do sensório
10. interromper a gestação

Controle da convulsão
Sulfato de magnésio (previne e trata as convulsões)
|Esquema |Dose-ataque |Dose-manutenção|
|Pritchard |4g IV e 10g IM |5g IM de 4/4h |
|Zuspan |4g IV em 20 min |1 a 2g/h IV |

Antes d e cadanova dose avaliar e se os achados seguintes estiverem presentes a dose seguinte pode ser feita:
Reflexo tendinoso presente (mesmo hipoativo)
Diurese > 25 a 30 ml/h
Frequênciarespiratória ≥ 16/min

Em doses tóxicas deprime a respiração e causa parada cardíaca. O antídoto é o gluconato de cálcio 1g IV lentamente.
1/3 das convulsões ocorrem após o parto; manter o sulfato demagnésio até 24h após o parto.
Se contra-indicações ao seu uso, benzodiazepínicos ou difenil-hidantoína.

Controle da HA severa
IECA está contra-indicado!!!

Fase aguda - crise hipertensiva
Só seusa drogas no tratamento agressivo, se PA diastólica > 105 - 110 mmHg.
Hidralazina - 5 mg IV (ampola tem 20 mg com 1 ml; diluir com 3 ml de água destilada). Repetir a cada 30 min aumentando até 10 mgpor dose até controle da PA.

Labetolol - parece ser seguro para o feto, mas há relatos de hepatotoxicidade materna. 20 mg IV e caso não haja resposta 40 mg IV 10 min após a primeira dose. Nãohavendo resposta fazer 80 mh IV, após 10 min até atingir a dose acumulada de 220 mg.

Diazóxido - 30 a 60 mg/min. Pode levar a retardo do parto, hiperglicemia materna e hipoglicemia fetal, além de...
tracking img