Desigualdade racial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3077 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo:

Este artigo tem por princípio contribuir criticamente para o debate em torno do racismo brasileiro, que se revela mais explicitamente no mercado de trabalho. Por meio de um pequeno diagnóstico, procurar-se-á confirmar a imensa dificuldade da luta em prol de uma legítima democracia, da igualdade de condições e oportunidades para a população negra, visto tamanha injustiça social,econômica e política entre classes, gêneros e raças, contradições estas intrínsecas ao próprio modelo capitalista de organização e reprodução da vida objetiva e subjetiva.
Palavras-chave: racismo, mercado de trabalho, democracia



Introdução

Os cientistas sociais são unânimes em constatar a existência de desigualdades raciais no mercado de trabalho no Brasil. As divergências surgem comrespeito ao grau que o fenômeno assume na atualidade, bem como à sua evolução ao longo do tempo. No Brasil o racismo se apresenta como um dos grandes desafios a serem superados pela população negra, já que esta condição, acrescida da distribuição injusta da riqueza e dos inúmeros benefícios gerados pela política econômica à classe dominante, notadamente “branca”, relegam a grande maioria negra acondições extremamente precárias de sobrevivência.
Acredita-se que a luta política pela igualdade entre negros e brancos não está desconectada da luta pelo fim de uma sociedade que tende a homogeneizar culturas, hierarquizar e coisificar as relações entre as pessoas que, em última instância, estão condenadas a serem reduzidas simultaneamente a consumidores e mercadorias. Assim sendo, para quehomens e mulheres sejam humanamente emancipados – já que a emancipação política já ocorreu – e tenham todos as mesmas condições de desenvolver suas potencialidades e uma autêntica individualidade, se faz necessário, antes de tudo, repensar radicalmente este modelo de organização da vida econômica, social e política
O sistema capitalista e suas características imanentes: a centralização eacumulação do capital e, consequentemente, a miséria, a pobreza e o desemprego gerados por essa lógica; a concorrência; o consumo desenfreado e generalizado que impulsionam as mudanças nas estruturas das necessidades humanas; a divisão do trabalho e suas hierarquizações que limitam as alternativas de sobrevivência para os indivíduos singulares, que independentemente de suas características pessoas, sãoobrigados a disputarem uns com os outros, em uma “arena” denominada “livre mercado”, no qual as próprias pessoas estão expostas à venda como mercadorias.

Os índices de desigualdade em seu devido contexto

Na econômia, o desperdício de compreender a justiça distributiva dá origem a igual número de propostas de medir as desigualdades. Nos primeiros cem anos após o nascimento da economia modernano século XVII, estas propostas ficaram restritas ao nível subjetivo da comparação de utilidades. Em seguida, com o desenvolvimento do pensamento crítico nos séculos XVIII e XIX, começaram a aflorar formas de encarar o problema.No início prevaleceu abordagens exclusivamente empíricas da questão, baseadas na simples constatação da concentração dos rendimentos e da propriedade nas mãos de umapequena parcela da população.
No Brasil, a questão da desigualdade só viria causar um verdadeiro
debate nas ciências sociais quando, a finais dos anos 1960, constatou-se que o modelo de desenvolvimento promovido pelos militares dava lugar a um processo de concentração de renda e de riquezas. Em seguida, os anos 1980 serão descritos pelos críticos como a “década perdida”; e não apenas pelas pífiastaxas de crescimento econômico, mas, sobretudo, pela expansão do fenômeno da desigualdade. Na atual situação da economia brasileira, uma série de estudos tem procurado ligar a manutenção destas desigualdades com a consolidação das políticas econômicas de cunho liberal no país.

A breve história dos índices de desigualdade racial

Há uma concordância de idéias a respeito da existência...
tracking img