Descolamento de placenta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2855 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Este trabalho objetiva apresentar como se dá o descolamento prematuro da placenta, bem como seu diagnóstico, alem de sinais clínicos, mostramos também o resultado perinatal, e alta incidência de mortalidade fetal e neonatal.
Além de ilustrações, definições, complicações e a importância de um bom pré-natal.

DEFINIÇÃO
Descolamento prematuro da placenta normalmente inserida (DPP)é conceituado como a separação inopinada, intempestiva e prematura da placenta implantada no corpo do útero, depois da 20ª semana de gestação. É um incidente que surge ao fim da gestação ou durante o trabalho de parto.
Esse descolamento é diferente daquele que acontece em placenta prévia – primeiro porque se Trata de uma placenta normal inserida.
NOMES ALTERNATIVOS
Remoção daplacenta, descolamento prematuro da placenta, hemorragia acidental, separação prematura da placenta.

Fonte: http://treinante.bebeblog.com.br/64282/Descolamento-de-Placenta/

Infelizmente, a classificação e bem difícil, porque o descolamento acontece em vários graus – então parece que a classificação do Benson (em DPP total e parcial e melhor)
A intensidade dodescolamento é variável, começando do mínimo (descolamento de 1-2 cotilédones, quando nem tem sintomatologia clinica), passando pelo descolamento médio (central) e acabando com o descolamento grave (tal - chamado de apoplexia uteroplacentária).
A apoplexia uteroplacentária e um incidente grave, chegando a causar não somente a hematoma placentar, mas também infartização massiva da parede doútero.
A hematoma uteroplacentária pode descolar parcialmente ou totalmente a placenta, como também pode descolar a placenta e as membranas. De fato, a hemorragia aparece no momento que o descolamento interessa as regiões mais periféricas do “disco” placentário.
INCIDÊNCIA
A incidência no Brasil é de 0,5 a 1,5% das gravidezes que ultrapassam a 20' semana, representando mais de 30% de todas ashemorragias do terceiro trimestre.
Em cerca de 50% dos casos a DPP ocorre antes de iniciado o trabalho de parto, em 40%, durante o período de dilatação e em 10%, no período expulsivo.
Em gravidez subsequente a chance de novo episódio é 10 vezes maior que na população geral e 20 vezes maior quando ocorreram dois episódios anteriores.
Alguns autores indicam mesmo que encaixar o DPP entre as hemorragiasdo ultimo trimestre seria impróprio, motivando que uma grande parte das hemorragias do segundo e terceiro trimestre, que param espontaneamente, podem ser descolamentos prematuros de placenta. Entre os fatores etiológicos mais importantes do descolamento prematuro da placenta podemos enumerar: A multiparidade, idade, causas mecânicas, a Síndrome de supinação (síndrome Kerr), o fumo, ahipertensão da gravidez.
A MULTIPARIDADE
As multíparas são muito mais expostas – 12 multíparas para cinco primíparas. Na gravidez múltipla, após o nascimento do primeiro gemelar, trações indevidas sobre o cordão umbilical podem favorecer o descolamento da placenta do segundo gemelar. Através do mesmo mecanismo (retração uterina intensa), a rotura prematura das membranas ovulares, principalmenteem casos de polidrâmnio, tem sido referida como fator dos mais relevantes na etiologia do DPP.
A IDADE
Alguns autores apontam que as mulheres acima de 30 anos são mais expostas – porem parece que a idade não tem nenhuma importância.
AS CAUSAS MECANICAS
O hematoma e uma lesão isolada. Pode aparecer em caso de traumas abdominais, coito, trepidações, cordão umbilical curto, versão, placentainserida na região do corno uterino, esvaziamento rápido do hidramnio, amniocentese intempestiva com grande quantidade de liquido extraído, gestação múltipla. Os fatores mecânicos e traumáticos, embora raramente associados ao DPP « 2% dos casos) são os únicos que podem ser considerados determinantes do acidente. O trauma direto sobre o útero, como o verificado em acidentes automobilísticos ou...
tracking img