Contextos brasileiros

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (818 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O BRASIL E O CONTEXTO INTERNACIONAL
As transformações do capitalismo ao longo dos tempos nos fazem refletir sobre as relações dos diversos países (G8, BRICS, etc.), dando a impressão que sempre há,na verdade, um direcionamento da ordem mundial no sentido de tentar preservar os interesses da riqueza em detrimento dos pobres.
O capitalismo abandona o liberalismo clássico, logo após a segundarevolução industrial, onde a economia tinha suas próprias leis, mas somente para preservar o capital, e passa a um capitalismo monopolista.
O capitalismo monopolista foi responsável pelo neocolonialismoou imperialismo, colonização direta de diversos países menos desenvolvidos, de volta na verdade aos primórdios da era moderna.
Quando o capitalismo, em 1929, sofre um grande abalo, com a crisenorte-americana, nada mais é que um produto da especulação financeira (a farra do ganho fácil dos capitais internacionais) e da grande interligação dos mercados de forma dependente (outra forma decolonialismo).
Um dos países que saiu ileso da grande crise mundial de 1929 foi a União Soviética, justamente porque tinha uma economia fechada, totalmente planejada e controlada, portanto aquele queconseguiu dizer não aos ditames internacionais.
Em 1932, após a crise, surge o plano de recuperação econômica dos EUA, que consistia na intervenção do Estado na economia, regulando a produção efiscalizando a bolsa de valores, por exemplo, o que neste momento significava uma resposta às perdas astronômicas do capital internacional.
Surge aí o capitalismo como um modelo que busca o bem-estar social.
Omodelo do capitalismo de bem-estar social segue incontestável até o início dos anos 70, surgindo, a partir daí, após sucessivas crises, o modelo noeliberal.
O neoliberalismo quer o fim doEstado-empresário ou Estado-interventor, pois concebe que para voltar a crescer é necessário o fim da intervenção dos governos na economia e o desmonte do Estado de bem-estar social, que é por demais oneroso,...
tracking img