Coaching

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2070 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Resenha a seguir aborda o tema coaching, embasada em alguns capítulos dos livros Coaching Eficaz de autoria David Clutterbuck e Coaching para Performance de autoria John Whitmore.
Whitmore na sua definição de coaching nos mostra que vai muito além do que propõe o verbo Coach (ensinar, treinar, dar dicas a e preparar), vai pelo caminho do como isto é feito para a melhora da performance de umapessoa, no caso o orientando do coach ou do gerente, através de uma comunicação que o estimula a levantar os fatos a serem trabalhados e contextualizá-los a partir de sua perspectiva. Sendo esta, a meu ver, o fato mais pertinente do coaching, quando o processo de aprendizado é estimulado a partir da perspectiva do orientando, isto faz com que este processo não seja seguir apenas uma receita prontae sim que a aprendizagem transcenda e o orientando consiga aplicá-la e adequá-la a qualquer situação da esfera de sua vida.
Whitmore em seu livro baseia-se muito nos fundamentos do especialista e teórico em coaching esportivo Gallwey, responsabilizando-o pela origem do coaching no mundo dos negócios por causa da forma prática e dos métodos de possível aplicabilidade apresentados por ele.Gallwey evidenciava que para adquirir habilidades, inclusive técnica, para melhorar uma performance é necessário primeiro vencer os seus obstáculos internos. Ressaltando que como coaching no mundo dos negócios originou-se do mundo dos esportes, conforme diz Whitmore, se fez necessário uma adequação do vocabulário e de algumas práticas para a realidade business.
Clutterbuck quando fala da definiçãode coaching em seu livro, nos mostra várias definições sob o olhar de vários especialistas no tema e justifica a existência de tantas definições pelo viés de que coaching é influenciado por várias situações presente dentro de um contexto onde o coaching se torna necessário, como por exemplo, a complexidade da tarefa e a receptividade do treinando (no caso ele o chama de coachee) ou equipe. Porisso vejo que o importante não é discutirmos qual a definição correta e sim focarmos nos pontos que são comuns a essência de todas e que Cuttlerbuck, muito bem, nos apresenta: Diz respeito ao desenvolvimento e desempenho do insight pessoal (ou grupo), das metas específicas, do experimentar, da capacidade de questionar e autoconfiança. Podendo chegar no mesmo ponto da abordagem de Whitmore , que ocoach deve estimular seu treinando a alcançar os pontos em questão a partir da aplicação dos seus recursos internos e externos.
Clutterbuck nos mostra que embora seja unânime a essência do que seja coaching, os profissionais lançam mão de dois modelos de atuação: O modelo tradicional e o modelo progressivo, sendo o primeiro voltado para um contexto gerencial baseando-se em processo de gerencia e ooutro voltado para um contexto executivo baseando-se em técnicas comportamentais e mentoring. E também aborda uma questão muito comum que é a comparação de Coaching com aconselhamento e terapia, sendo que a diferença basicamente é que coaching não se aprofunda nas origens dos conflitos pessoais do coachee, e se houver esta necessidade para que o processo de coaching evolua é importante que ocoach consiga percebê-lo e encaminhá-lo ao profissional específico.E concordo com o autor que é este um dos pontos que diferencia o bom e o mau profissional de coaching.
Tanto Clutterbuck (Coaching Eficaz) quanto Whitmore (Coaching para Performance) citam em seus livros o “Modelo Mentoring versus Modelo Coaching” e pude perceber que não importa muito se ambos é a mesma coisa ou não, e a partir dequal fundamentação este ou aquele autor usa para defini-los ou para defender uma primazia de um sob o outro, o que importa é que ambos dizem respeito a um processo de mudança sob o viés da capacidade interna, da autoconfiança e do comprometimento tanto do treinando (coache) como do coach (gerente) neste processo de mudança. E sob este aspecto da crença e do comprometimento do coach, a meu ver, é...
tracking img