Classe c

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1018 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 INTRODUÇÃO
Ascensão da classe C altera hábitos de consumo no país Classe C já representa 54% do total de brasileiros, com 2,7 milhões de novos membros entre 2010 e 2011, o que transforma a pirâmide social em losango, altera hábitos e desafia empresas.
Com a estabilização da economia após um longo período inflacionário, a populaçãobrasileira; antes afastada do mercado de consumo passou a ter acesso a produtos e serviços nunca antes adquiridos. Assim sendo, o estudo relacionando ao comportamento do consumidor e seu poder de decisão de compra, realizada pela influência do cartão de crédito, poderá ser utilizada como instrumento de tomada de decisão para as empresas, uma vez que a maioria das empresas desconhece as potencialidades daclasse C. Percebe-se que há a necessidade de estudos acadêmicos para explorar os hábitos de consumo dos indivíduos pertencentes à classe C que possuem cartão de crédito.




2 NOVO MODELO E COMPORTAMENTO
A classe C continua em evidência principalmente após o notório crescimento de consumidores que migraram de classes mais baixas. Muito se fala da melhoria da renda, das ofertas de crédito eaté de planos do Governo que realmente favorecem este público, como o bolsa-família, por exemplo.
O acesso ao crédito e melhores salários mostram um novo comportamento desta classe, que antes deste favorável cenário financeiro escolhia os produtos de uma gôndola baseado no preço. Hoje é a qualidade que define a compra. E este consumidor está adquirindo cada vez mais produtosde informática, entretenimento e de linha branca.
O anúncio da chegada de uma nova classe C no mercado nacional trouxe alguns imprevistos para empresas de diversos setores. Para entender o comportamento de consumo destas pessoas, a Nielsen desenvolveu uma pesquisa que foi apresentada durante o Seminário Estilo de Vida e Consumo, realizado pelo Senac Rio.O estudo mostra que a mudança de alguns hábitos deste público impactou as estratégias, planos de negócios e o modelo de algumas empresas. “As tendências que mais impactam os negócios estão baseadas em menor fidelidade, mudança de padrão, hábito de consumo e redução do número de refeições que estes consumidores fazem em casa”, diz Sarita Perez, gerente de atendimento da Nielsen.Outras companhias ganharam importância para os consumidores da classe C depois que ficou mais fácil o acesso a alguns bens de consumo que antes não faziam parte do orçamento. “Hoje sabemos que 23% das pessoas da classe C possuem computador e 6% deles têm internet paga e TV a cabo em casa”, conta Sarita.

QUALIDADE DECIDE COMPRA

De acordo com o estudo da Nielsen, 39% dosconsumidores da classe C estão comprando bens e serviços baseados mais na qualidade do que no preço final. “O motivo deste comportamento é que, dependendo da categoria, o consumidor não pode errar a compra. Por isso, se tornam ainda mais exigentes que os consumidores das classes A e B”, avalia Renato Meirelles, sócio da Avenida Brasil em entrevista ao Mundo do Marketing.
Estecomportamento é um reflexo também da grande quantidade de produtos existentes em uma mesma categoria. Com cada vez mais opções de escolha, o consumidor da classe C está diante do fim das fronteiras entre categorias e também entre os pontos-de-venda. “Hoje estes consumidores vão ao varejo a cada quatro dias e notamos que existem novos canais e formatos, como a Americanas Express e o segmento Farma cada vezmais integrado ao varejo”, aponta Sarita.
Segundo a gerente de atendimento da Nielsen, esta realidade da economia brasileira dá origem a tendências positivas e também negativas. “A parte boa é que existe um crescimento da massa salarial e nas contratações das indústrias. Porém, a inflação também cresce além da expectativa”, compara, o que pode corroer o poder de compra deste...
tracking img