Cidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3964 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

CIDADE


BELÉM
2012
1



CIDADE

Trabalho apresentado a Professora
da disciplina Teoria e História da Arquitetura e Urbanismo I
turma , turno manhã
do curso de Arquitetura e Urbanismo

BELÉM
2012
2

SUMÁRIO

1.

INTRODUÇÃO

4

2. Cidade e Processo Urbano

5

2.1 O que é Cidade?

5

2.2 ACristalização da Cidade

5

2.2.1 Origem da Cidade

5

2.2.2 O Processo Urbano

6

2.3 Tipos de Cidades

7

2.3.1 Cidades Planejadas

7

2.3.2 Cidades Espontâneas

7

2.4 Modelos de Traçados

8

2.4.1 Modelo Cósmico

8

2.4.2 Modelo Prático

8

2.4.3 Modelo Orgânico

9

3.

10

Linha do Tempo de Cidade

3.1 Cidade Antiga

10

3.1.1 Grécia

103.1.2 Roma

10

3.2 Cidade Islâmica

11

3.3 Cidade Medieval

12

3.4 Cidade Renascentista

13

3.5 Cidade Barroca

14

3.6 Cidade Industrial

14

3.7 Cidade Contemporânea

15

4. CONCLUSÃO

16

BIBLIOGRAFIA

17

3

1. INTRODUÇÃO
O estudo da cidade é um tema muito amplo, que pode ser abordado por diversos
ângulos diferentes. No entanto, neste trabalho, otema cidade será abordado pelo ângulo da
arquitetura, ligada ao urbanismo e paralelo a história.
O conhecimento da cidade, junto com suas origens e desenvolvimento, é de
fundamental importância, pois em muitos momentos, a história do homem se une à história da
arquitetura da sua cidade.
Partindo da definição de cidade, buscamos as suas origens nas margens dos rios
Nilo e Eufrates, para depoisexplicar os modelos de traçados e então mostrar o
desenvolvimento das cidades na linha do tempo, até chegar à cidade contemporânea.

4

2. CIDADE E PROCESSO URBANO
2.1 O que é Cidade?

Para aqueles que buscam estudar a cidade, a primeira dificuldade encontrada está
em definir o que é uma cidade. Uma vez que as definições encontradas se referem a cidades
constitutivamente diferentes. Apolis grega e a cidade medieval são distintas, assim como a
cidade barroca e a cidade industrial.
No entanto, se as considerarmos como frutos de um processo acumulativo ao
longo do tempo, essas cidades poderiam ser encaixadas em uma mesma definição. Se
olharmos para a história de uma cidade iremos ver suas destruições e reconstruções, que
podem ter sido causadas por catástrofes naturais ou açãohumana, como guerras e invasões.
Do mesmo modo, a cidade pode ser descrita como uma estrutura especialmente
equipada para armazenar e transmitir os bens da civilização e suficientemente condensada
para admitir a quantidade máxima de facilidades num mínimo de espaço, mas também capaz
de um alargamento estrutural que lhe permite encontrar um lugar que sirva de abrigo às
necessidades e àsformas mais complexas de uma sociedade crescente e de sua herança social
acumulada.
As cidades não são apenas ruas, edifícios ou construções; mas sim uma fusão de
vida e construção, onde não se pode entender uma sem a outra. A forma da cidade é
inseparável das ideias e dos valores de sua população. Em outras palavras, a cidade não é
apenas uma construção artificial, está implicada no processovital da população que a compõe.

2.2 A Cristalização da Cidade

2.2.1 Origem da Cidade

As primeiras verdadeiras cidades são por vezes consideradas grandes assentamentos
permanentes onde os seus habitantes não são mais simplesmente fazendeiros da área que
cerca o assentamento, mas passaram a trabalhar em ocupações mais especializadas na cidade,
onde o comércio, o estoque de alimentos e opoder foram centralizados.
Usando esta definição, as primeiras cidades conhecidas apareceram nos vales
férteis do Nilo, do Tigre e o Eufrates, entre aproximadamente sete a cinco mil anos atrás,
5

geralmente resultante do crescimento de pequenos vilarejos e/ou da fusão de pequenos assentamentos
entre si. Antes desta época, assentamentos raramente alcançavam tamanho significativo.
Alem do...
tracking img