Arte do corpo iv-pina bausch

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Analisando vídeos e o trabalho da bailarina Pina Bausch


Começo refletindo: “ [...] Eu não faço mais que observar ou tentar observar as relações humanas, a fim de delas falar. Eis ali o que me interessa. Eu não conheço fora disso nada mais importante” (BOUSCH,apud HOGHE).
Para o processo de criação o quanto é importante olhar, observar, buscar aquilo que traz interesse aos olhos.Narrar, escolher um ponto de foco, pousar um certo olhar sobre as coisas a fim de delas falar. Encontrar uma maneira de dar forma, tornar visível. Toda essa experiência refere-se ao processo de criação e percepção de como o realizador, opera suas ferramentas e códigos da linguagem. É óbvio que existe um rastro cultural na maneira de fazer do artista e é essa busca de um olhar do passado, que é alembrança, passando por todos os territórios, que podemos contar uma história, incorporando um contexto espacial e temporal em que o artista está inserido e de como é afetado por ele. Por isso que é possível ao artista estabelecer leituras críticas ou interpretações sobre determinada narrativa, constatando e revelando todo o seu conhecimento sobre o aspecto de tal criação.
O corpo tempapel importante na criação artística de um texto, mas uma série de variantes exerce influência sobre todo esse processo, e o modo de olhar também é uma variante importante, pois é o modo que se vê que interfere na textura. São as cores, cheiros, texturas, sabores, os sons e a música, que marcam as impressões dos lugares muito além do visível, encontrando a realidade de um corpo singular, pois é ocorpo que acolhe todas as experiências vividas, se olho, não sinto e se toco aumento às possibilidades. Bausch, traz o olhar, além do ver, um olhar que inclui o corpo, que sente e chega a palpitar. Aqui o corpo se encontra em sensibilidade e expressão criadora, transportando à carne, as palavras faladas. É no corpo do “aqui e agora” com relação ao tempo, assumindo as responsabilidades do passado,as memórias, todos os pensamentos mais individuais que vai se re-significando possibilidades para o processo da criação de sentido sobre esse corpo, com o registro da vivência subjétil, encontrando a lógica. E é nesse processo de recriar o já vivido, de observar o cotidiano com um novo olhar, como vejo o meu corpo “ essência e existência”, a forma que organizo essas sensações corporais, como voutrazendo o corpo para sua realidade nua que se chega ao nível da construção para a criação cênica textual. A tessitura das obras de Bausch caminha por esses imprecisos terrenos da subjetividade e da memória corporal, privilegiando-se nessa tessitura o corpo como um lugar de excesso. Em concordância com pressupostos de Bausch, o corpo passa por uma releitura em seus significados: o dentro/fora,mudam de significado e até o corpo físico toma novos sentidos.
Relaciona o narrar à “seleção de um modo de olhar”, tecendo um paralelo entre o modo de olhar e o modo de textura de seus espetáculos, e concluiu que nestes a encenação se circunscreve como presença de uma ausência, bordadura do vazio. Sua escritura insere nesse intervalo: entre o que a palavra diz e o que o corpo pressente. Respondee se faz nesse lugar de conflito, entre o universo pulsional e as exigências da linguagem.
A tessitura de Bausch se configura como a tentativa de fazer desse lugar de ausência, desse terreno informe composto por força pulsional, sensações e restos irrepresentáveis presentes no corpo, espaço de criação.
Percebe-se que o que é de interesse de um artista é a forma como tece a própriahistória, que está presente nas lembranças, mas também naquilo, que não faz imagem nem lembrança, mas que marca o corpo, definindo as maneiras de pisar e de construir, o caminhar e o movimento. São as marcas que desenham no corpo e que interferem na maneira como caminhamos na
vida ou em como reagimos à ela.
O olhar de Bausch busca esclarecer que no processo de criação em dança-teatro...
tracking img