Chilli Beans

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8735 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2014
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

É indiscutível a preocupação atual com o meio-ambiente e a sustentabilidade. O que fizemos e o que estamos fazendo ao meio ambiente e a natureza até hoje, tanto no âmbito pessoal quanto empresarial resultará nas condições sob as quais as gerações futuras terão de viver. Segundo a revista Isto é Dinheiro, a cada ano são desperdiçados R$ 4,6 bilhões no Brasil porque não se reciclatudo o que seria possível reaproveitar. Só a cidade de São Paulo, por exemplo, gera mais de 12 mil toneladas por dia - o que a cada semana lotaria um estádio de futebol como o Pacaembu. Com isso as preocupações com este tema estão cada vez mais relevantes, é amplamente notável o crescimento do mercado da sustentabilidade. O momento atual do planeta incentiva e provoca em todos, uma reflexão sobreresponsabilidades. As pessoas se conscientizam cada vez mais sobre a importância de preservar o planeta, não por bondade ou compaixão, mas simplesmente por uma questão de sobrevivência.
Com este cenário, as empresas também estão se conscientizando e procurando formatos de negócios cada vez mais sustentáveis, minimizando os impactos ambientais e ainda encontrando um novo mercado destinado àspessoas que estão preocupadas com a saúde do planeta. Mas não fazem isso porque prezam atividades filantrópicas ou assistencialistas, mas sim, por uma questão de perenidade neste ambiente coorporativo.
Já podemos observar no mercado inúmeros exemplos de produtos vendidos como sustentáveis. Segundo sites das empresas citadas, a água da Nestlé Pureza Vital, reduziu o uso de material plástico eeliminou os pigmentos nas garrafas. Este novo processo produtivo diminuiu em 26% a utilização de água e em 9% o uso de energia na fábrica de São Lourenço. Outro exemplo foi a Smirnoff Ice que reduziu sua embalagem de 200g para 165g, mantendo o volume de seu produto e reduzindo não apenas o consumo de energia, como também, o volume de resíduos sólidos. Até a indústria têxtil entrou nesta tendência.Hoje, a Nike tem a divisão Nike Organics cujas roupas são produzidas com algodão orgânico sem agrotóxicos e insumos químicos, causando menos impacto ambiental.
O que se questiona é como a indústria comunica estas ações para os consumidores. Muitas se aproveitam da falta de entendimento do negócio por parte de seus consumidores e vendem de uma maneira um tanto quanto questionável, produtosclassificados por elas mesmas sustentáveis. Outras, por sua vez, apesar de terem uma atitude genuinamente sustentável, por falta de verba ou até mesmo por receio de entrar neste novo e desconhecido posicionamento, acabam perdendo a oportunidade de fortalecer a sua marca e quem sabe, aumentar suas vendas.
Nesta comunicação entre indústria e consumidor, inevitavelmente o varejo tem uma função fundamental.Ele é o responsável por incentivar no ponto de venda, de alguma forma, atitudes sustentáveis dos consumidores. Sacolas retornáveis, visibilidade adicional para produtos mais sustentáveis, incentivo financeiro para redução do uso de sacolas plásticas pelos compradores, são algumas das iniciativas já adotas pelos grandes e médios supermercados.
Por outro lado, há uma dúvida sobre como consumidor dopequeno varejo, aquele mercado tradicional próximo a sua casa, recebe as informações de sustentabilidade, uma vez que ainda são poucas as atividades realizadas por este tipo de estabelecimento.
A escassez de ações do pequeno varejo em relação ao tema sustentabilidade pode, em parte, ser explicada pela ausência ou pouco contato da indústria com estes pequenos pontos de vendas. Por questões demargem, estrutura, custo e estratégia, a maioria das indústrias, não vende diretamente seus produtos para estes pequenos estabelecimentos, enfraquecendo suas informações para os clientes e compradores canal. São seus intermediários (distribuidores e atacadistas) os responsáveis por levar todas as informações de seus produtos para o pequeno varejo, responsáveis estes que, em muitas vezes, não...
tracking img