Carregando o elefante

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 159 (39644 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ELEFANTE
EDIÇÃO REVISADA VERSÃO 5.0

CARREGANDO O

Como transformar o Brasil no país mais rico do mundo

1

Agradecimentos

“Muitas pessoas ajudaram na realização deste livro, contribuindo com idéias, sugestões, correções e divulgação. Gostaríamos de agradecer ao publicitário Fernando Teixeira da Agência Sioux e ao designer Ophir Ribeiro de Sá pela contribuição nas pesquisasmercadológicas. Temos também um agradecimento especial à desenhista industrial Gabriela Feder pelo desenho definitivo de nossa capa e título. Nosso obrigado ao cartunista Leandro Spett pelas inteligentes ilustrações. Agradecemos aos caros Maria Kohan e Maxim Behar pelo ótimo apoio editorial. Também agradecemos a contribuição da GAK Associados e Heloísa Boaventura pelas idéias e pesquisas sugeridas.Agradecemos a nossa assessora de imprensa Cecília Schonenberg. Durante todo o processo tivemos o apoio de nossas famílias e aqui registramos nossa gratidão a Julia, Gabriela, Rafael, Tatiana, Susan, Denise e Roberto. Por fim, o agradecimento mais especial às nossas esposas, Priscila e Tally, por todo carinho, compreensão, dedicação e amor que nos deram.”.

2

ALEXANDRE OSTROWIECKI RENATO FEDERCARREGANDO O

ELEFANTE
Como transformar o Brasil no país mais rico do mundo

3

Capa: Gabriela Feder

Revisão: Renata Del Nero

Ilustrações: Leandro Spett

© Copyright 2007-2008 by Alexandre Ostrowiecki e Renato Feder © Copyright 2007-2008 by Hemus Mediante Contrato firmado com os Autores.

Visite nosso site: www.carregandooelefante.com.br

4

DEDICATÓRIA
Vá até a cozinha epegue um pedaço de pão. Coloque-o sobre a mesa e fique observando-o. Como é simples, aparentemente! O pão é um bem que pode ser adquirido por qualquer pessoa. Mesmo o miserável dos miseráveis pode esmolar no farol uma moedinha e, por trinta centavos, comprar um pedaço de pão numa das dezenas de milhares de padarias do País. Ao mesmo tempo, como é precioso! Se o leitor fosse colocado no meio dafloresta e recebesse a ordem de produzir pão, quem seria capaz de fazê-lo? Quem saberia, dentre a vegetação silvestre, encontrar os pés de trigo selvagem? Quem saberia preparar o solo e plantar a quantidade necessária? Quem saberia colher, secar e triturar os grãos, preparar a massa, arranjar fermento e acender o fogo? O máximo que a maioria de nós conseguiria fazer seria gastar energia e permanecer debarriga vazia. Mesmo com cinco, dez ou trinta pessoas ajudando, o resultado seria o mesmo. Nós sabemos fazer projeções em uma planilha de Excel, dirigir veículos ou fazer pagamentos via Internet. No entanto, não sabemos produzir o pão que nos manterá vivos amanhã. Todos os bens e serviços do planeta contém algum trabalho. O trabalho é um dos componentes da riqueza. No entanto, seriam ingênuosaqueles que afirmam ser a riqueza fruto exclusivo do trabalho braçal. Afirmariam que trabalho, por conta própria, gera as riquezas da humanidade e que o resto é apropriação indébita do esforço do trabalho. Na verdade só existe riqueza quando existe inovação. Mesmo no caso de um simples pedaço de pão, ele só pode existir devido às invenções de pessoas ao longo de milhares de anos. Se não houvesse aqueleque descobriu a semente, aquele que aprendeu a lidar com o solo ou que conseguisse, pela primeira vez, realizar os processos descritos acima, hoje não haveria pão. Se isso é verdade para aquele simples alimento, o que dizer de um computador de última geração? Dentre os milhares de dólares que se paga por um computador avançado, quanto disso é necessário para custear o trabalho braçal de montagem?Por que o computador avançado vale alguns milhares de dólares enquanto o modelo de cinco anos atrás não vale mais nada? Ambos usam a mesma quantidade de mão-de-obra e materiais para serem produzidos... A verdade é que a riqueza nada mais é do que o fruto da genialidade humana e da insistência de homens e mulheres em fazer coisas melhores. A verdadeira riqueza está em criar coisas, é isso que...
tracking img