Calculos para redutores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Indice
DADOS DO PROJETO 4
1.0 DIMENSIONAMENTO MOTOR ELÉTRICO 5
1.1 CÁLCULO DA ROTAÇÃO DO TAMBOR 5
1.2 CÁLCULO DO COEFICIENTE TOTAL DE ATRITO 5
1.3 CÁLCULO DA FORÇA TANGENCIAL 5
1.4 CÁLCULO DA FORÇA NORMAL 5
1.5 CÁLCULO DA FORÇA DE ATRITO 5
1.6 CÁLCULO DA FORÇA NECESSÁRIA PARA PUXAR A CARGA 6
1.7 CÁLCULO DA POTÊNCIA EFETIVA DO MOTOR 6
1.8 CÁLCULO DO RENDIMENTO TOTAL 6
1.9CÁLCULO DA POTÊNCIA DO MOTOR 6
2.0 SELEÇÃO DO MOTOR ELÉTRICO 6
2.1 ESPECIFICAÇÃO DO MOTOR ELÉTRICO 6
3.0 DIMENSIONAMENTO DA TRANSMISSÃO POR CORRENTE DE ROLOS 7
3.1 DADOS PARA SELEÇÃO DA CORRENTE DE ROLOS 7
3.3 VELOCIDADE DA CORRENTE 7
3.4 CÁLCULO DO NÚMERO DE DENTES DAS RODAS DENTADAS 8
3.5 DISTÂNCIA ENTRE CENTROS 8
3.6 CÁLCULO DO NÚMERO DE ELOS 8
3.7 CÁLCULO DO DIÂMETRO PRIMITIVO DA RODAMOTORA 8
3.8 CÁLCULO DO DIÂMETRO PRIMITIVO DA RODA MOVIDA 9
3.9 CÁLCULO DO COMPRIMENTO DA CORRENTE 9
3.10 CÁLCULO DO PESO DA RODA DENTADA MOTORA 9
3.11 CÁLCULO DO PESO DA RODA DENTADA MOVIDA 10
4.0 DIMENSIONAMENTO DO 1º PAR DE ENGRENAGENS 11
4.1 CÁLCULO DA RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO TOTAL 11
4.2 CÁLCULO DA RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO POR ESTÁGIOS 11
4.3 1º PINHÃO 11
4.3.1 Critério deDesgaste: 11
4.3.2 Volume mínimo necessário: 12
4.3.3 Número de dentes do primeiro pinhão de acordo com o cálculo da velocidade periférica: 12
4.3.4 Cálculo do Módulo 1º Pinhão: 13
4.3.5 Recálculo do Diâmetro do 1º pinhão: 13
4.3.6 Cálculo da largura do 1º pinhão: 13
4.3.7 Verificação da relação B/D: 13
4.3.8 Critério de resistência: 13
4.4 1ª COROA 14
4.4.1 Cálculo donúmero de dentes da Corôa: 14
4.4.2 Cálculo do diâmetro da Corôa: 14
4.4.3 Largura da Corôa: 14
4.4.4 Cálculo da rotação no segundo eixo: 14
4.4.5 Critério de resistência para definição do material da corôa: 14
4.4.6 Critério de desgaste para definição do material da corôa: 15
5.0 DIMENSIONAMENTO DO 2º PAR DE ENGRENAGENS 16
5.1 2º PINHÃO 16
5.1.1 Critério de Desgaste: 16
5.1.2Volume mínimo necessário: 16
5.1.3 Número de dentes do segundo pinhão de acordo com o cálculo da velocidade periférica: 17
5.1.4 Cálculo do Módulo: 17
5.1.5 Diâmetro Real do pinhão: 17
5.1.6 Cálculo da largura do pinhão: 18
5.1.7 Verificação da relação B/D: 18
5.1.8 Critério de resistência: 18
5.2 2ª COROA 18
5.2.1 Cálculo do número de dentes da Corôa: 18
5.2.2 Cálculo dodiâmetro da Corôa: 18
5.2.3 Largura da Corôa: 19
5.2.4 Cálculo da rotação no terceiro eixo: 19
5.2.5 Critério de resistência para definição do material da corôa: 19
5.2.6 Critério de desgaste para definição do material da corôa: 19
5.3 RESUMO DOS RESULTADOS OBTIDOS ACIMA 21
5.4 VERIFICAÇÃO DAS INTERFERÊNCIAS ENTRE A 2ª COROA E O 3º EIXO 21
5.5 ESQUEMA PARA DIMENSIONAMENTO DO REDUTOR22
6.0 CÁLCULO DO PESO DAS ENGRENAGENS 23
6.1 1º PINHÃO 24
6.2 2º PINHÃO 24
6.3 1ª COROA 24
6.4 2ª CORÔA 24
7.0 DIMENSIONAMENTO DO ACOPLAMENTO 24
7.1 SELEÇÃO ACOPLAMENTO 25
8.0 DIMENSIONAMENTO DOS EIXOS 25
8.1 ESQUEMA DAS FORÇAS ATUANTE NOS EIXOS 26
8.2 1º EIXO 26
8.2.1 Cálculo do Momento Torsor 26
8.2.2 Cálculo da Força Tangencial 27
8.2.3 Cálculo da Força Radial 278.2.4 Cálculo das Reações nos Mancais – Plano Vertical 27
8.2.5 Cálculo das Reações nos Mancais – Plano Horizontal 27
8.2.6 Diagrama dos Momentos no Espaço 28
8.2.7 Cálculo do Momento Fletor Equivalente 28
8.2.8 Cálculo do Diâmetro no Ponto “C” 29
8.3 2º EIXO (Intermediário) 29
8.3.1 Cálculo do Momento Torsor 30
8.3.2 Cálculo da Força Tangencial 30
8.3.3 Cálculo da Força Radial30
8.3.4 Cálculo das Reações nos Mancais – Plano Vertical 30
8.3.5 Cálculo das Reações nos Mancais – Plano Horizontal 31
8.3.6 Diagrama dos Momentos no Espaço 31
8.3.7 Cálculo do Momento Fletor Equivalente no Ponto “C” 32
8.3.8 Cálculo do Diâmetro no Ponto “C” 32
8.3.9 Cálculo do Momento Fletor Equivalente no Ponto “D” 33
8.3.10 Cálculo do Diâmetro no Ponto “D” 33
8.4...
tracking img