Caju o ouro do nordeste

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5373 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
VIDA

CAJUEIRO O OURO DO NORDESTE

SUA HISTÓRIA E BENEFÍCIOS

História do caju
Como tudo surgiu
Benefícios e utilização do caju
Polpa e castanha reforçam a defesa
imunológica e protegem o coração
Empresas que beneficiam o caju
CIONE, IRACEMA e CASCAJU

Novembro - 2012

Nesta edição
03 História do caju...
O nome inglês ‘cashew’ é derivado da palavra
portuguesa de pronúnciasimilar, ‘caju’,

Edição:
Tiberio
Lucio
Lilian
Zacarias
Jailson

05 Benefícios e utilização do caju...
Fortalece o sistema imunológico e tem efeito
antioxidante no corpo devido a sua alta concentração
de vitamina C

07 Empresas que beneficiam o
caju...
São cerca de 55 municípios em que predomina a
cultura do caju, onde centenas de famílias se
beneficiam dessa atividade”,

11Municipio de Chorozinho...
O caju e a maior renda do município
Fonte:http://cuitedemamanguapenoticias.blogspot.com.br

12 Receitas de Caju...
A nossa culinaria nordestina não poderia ficar de
fora de conhecer essa fruta nordestina

Sandy Coelho foi a grande vencedora do
concurso Miss Cajú edição 2012. O desfile
juntamente com a festa do Cajú foi realizada dia
28 de Janeiro

2

Históriado caju
O maior
cajueiro do
mundo

A gravura acima é considerada a Ilustração mais
antiga sobre o cajueiro, feita pelo monge francês André
THEVET no livro “Les singularitez de la France
Antartique”, de 1557.
O nome inglês ‘cashew’ é derivado da palavra portuguesa
de pronúncia similar, ‘caju’, que por sua vez provém da
palavra indígena ‘acaju’. Na Venezuela o cajueiro é
denominado‘merey’, mas em outros países da América
Latina é chamado ‘marañon’, provavelmente devido ao
nome da região onde foi visto pela primeira vez, o estado
do Maranhão, no meio norte do Brasil.

O cajueiro, denominado Anacardium occidentale por
Lineu, pertence ao gênero Anacardium, da família
Anacardiaceae. A esta família pertencem também os
gêneros Mangifera, cujo principal representante é a
espécie M.indica (a manga), uma das frutíferas mais
importantes e de ampla distribuição nos trópicos; Pistacia,
cuja espécie P. vera é cultivada em países de clima
mediterrâneo e nos Estados Unidos para exploração da
noz que produz (pistáque ou amêndoa verde); Spondias,
cujas principais espécies são a cirigüela (S. purpurea L.),
cajá (S. mombim L.), umbu (S. tuberosa Arr. Cam.) e
cajá-manga (S.cytherea S onn.), frutos bastante
conhecidos.

Presume-se que o cajueiro chegou em Goa, principal
colônia de Portugal nas Índias Orientais, entre 1560 e
1565. Os portugueses levaram a planta para a Índia, entre
1563 e 1578. Depois da Índia foi introduzida no sudeste
asiático, chegando à África durante a segunda metade do
século XVI, primeiro na costa leste e depois na oeste e
por último nasilhas.

O cajueiro é uma planta perene, de ramificação baixa e
porte médio, cuja copa atinge, no tipo comum, altura média
de 5 a 8 metros e diâmetro médio (envergadura) entre 12
e 14 metros. Excepcionalmente, atinge até 15 m de altura
e diâmetro superior a 20 m, dependendo do genótipo e
das condições de clima e solo. No caso do cajueiro anão
precoce, a altura média não ultrapassa 4 metros ea
envergadura varia entre 6 e 8 metros. As folhas são
simples, inteiras, alternas, de aspecto subcoriáceo, glabras
e curto-pecioladas, medindo de 10 a 20 cm de
comprimento por 6 a 12 cm de largura.

As primeiras importações de amêndoas de castanha de
caju da Índia foram feitas em 1905 pelos Estados Unidos.
O comércio mundial de amêndoa de caju teve início de
forma efetiva depois querepresentantes da empresa
americana General Food Corporation descobriram essas
nozes durante uma missão na Índia no inicio da década
de 1920. Além de embarques regulares para os Estados
Unidos, pequenas consignações foram enviadas para
vários países europeus, particularmente para o Reino
Unido e Holanda. Em 1941 as exportações indianas de
amêndoas de castanha de caju já alcançavam quase...
tracking img