Caderno de maya resumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (611 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Caderno de Maya

O livro é narrado na primeira pessoa, por Maya, uma jovem de 19 anos e fala do seu percurso doloroso na adolescência atormentado por drogas e álcool. Este relato é escrito enquantose encontra no exilio no Chile e vai-se alternando entre duas partes diferentes: uma em que fala sobre os motivos que a fizeram estar refugiada no Chile e a outra em que conta o seu dia-a-dia noexilio. Maya é natural de Berkeley, Califórnia, foi criada pelos avós, a Nini e o Popo devido ao facto de ter uns pais ausentes, mas, apesar disso, fora sempre uma menina mimada e com uma vida estável.Durante a sua infância era uma menina bem comportada completamente normal, foi na altura em que entrou para o liceu e quando o avo, com quem tinha uma forte relação, morreu que sentiu uma fortenecessidade de se afirmar. A sua maneira de vestir, os seus interesses e companhias mudaram de modo a integrar-se no grupo. Foi nesse processo de integração que começou o consumo regular de drogas e álcool ecometer pequenos delitos. Quando Nini descobriu a vida que Maya levava ficou chocada e desiludida então foi para um centro de reabilitação, em Oregon. Após algum tempo passado no centro fugiu, semrumo certo e foi parar a Las Vegas. Uma decisão que acabou por arruinar a sua vida. Lá conhece um traficante de drogas e falsificador de dinheiro, e acaba por trabalhar para ele e também a vir num prédioabandonado com pouquíssimas condições juntamente com um rapaz de 13 anos. O consumo de drogas e álcool intensificou-se em Las Vegas e passou a conviver com drogas mais pesadas como a heroína e crack,e a quantidade tornou-se quase como ilimitada. O traficante foi morto pelos seus sócios e Maya viu-se obrigada a fugir pois de outra forma, seria também ela assassinada. Com a sua morte Maya foibastante afectada porque a facilidade de se drogar, como quando o traficante era vivo, tinha terminado, acabando por viver na rua como uma mendiga e dependente de drogas. Deambulava nas ruas sem sítio...
tracking img