Perry anderson fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (742 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
12/0039702
Autora: Paula Cristina Margotto
Obra em fichamento: ANDERSON, Perry. A batalha das idéias na construção de alternativas. In: BORÓN, A Atílio (comp.). Nova hegemonia mundial: alternativasde mudança e movimentos sociais. Buenos Aires: Consejo Latinoamericano de Ciências Sociales,2004. Pág. 37-52.

Resumo:
Perry Anderson verifica o surgimento de uma nova hegemonia mundial firmadasobre a auto-afirmação do capitalismo e da diminuição da soberania nacional.
“Os donos do mundo continuam a ser os proprietários dos meios materiais de produção, à escala nacional e internacional.Contudo, é igualmente claro que as formas da sua dominação ideológica se modificaram significativamente.” (p.37)
“[...] o capitalismo começasse a proclamar-se como o que era, uma ideologia que proclamavaa chegada do ponto final do desenvolvimento social, alem do qual não se podem imaginar melhorias substanciais.” (p.38)
“[...] construindo uma nova doutrina de humanismo militar, buscando demonstrarque a soberania é um anacronismo perigoso nessa época de globalização e que pode e deve ser pisoteada para a universalização dos direitos humanos’’(p.39)
“Enquanto o neoliberalismo oferece umareferencia sócio econômico mundial, o humanismo militar propõe um referente político universal.” (p.40)

Distingue-se 3 formas distintas de resistência global contra essa dominação: Na Europa, Ásia eAmérica Latina, sendo essa ultima a mais completa em caráter social, nacional.
“Na Europa, o movimento pacifista e antiglobalização foi muito mais extenso que a oposição diplomática de alguns governos aguerra do Iraque. Essa assimetria entre rua e palácio foi uma das características mais significativas da situação européia [...]” (p.46)
“A combinação cultural religiosa e nacional faz da resistênciaárabe-islamica contemporânea uma força que não se esgotará facilmente. Mas ao mesmo tempo ela tem limites. Falta-lhe o social” (p.44)
“Na América Latina, vê-se uma série de governos, em graus e...
tracking img