Bullyng

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1966 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
AS ESCOLAS NO COMBATE AO BULLYING
Além de projetos voltados para a prevenção desta prática, as escolas podem contar também com a Lei n° 6.481/2009 que criou medidas de conscientização com os alunos.
Vítima de bullying excluída pelas colegas
as colegas
Vítima de bullying excluída pelas colegas
as colegas
Quem já sofreu alguma intimidação na escola ou na rua sabe a dor e a tristeza de se sentirmenosprezado ou diminuído. Muitas vezes, o agressor não tem consciência de que está agredindo e tornando a vida da outra pessoa um caos. Essas práticas são muito conhecidas entre crianças e jovens, principalmente nas escolas. Trata-se do bullying. O termo tem origem inglesa e provém da palavra “bully”, que significa “intimidar”. Esta prática possui diversas formas: exclusão social, ameaças verbais,apelidos, xingamentos através de redes sociais, chegando até às agressões físicas. Assim, é de fundamental importância que se discuta sobre esse assunto, pois há casos que interferem diretamente na rotina escolar do aluno, com situações em que ele deixa de frequentar as aulas em virtude das agressões. Felizmente, as escolas têm discutido bastante sobre esse tema, com a construção de projetosvoltados para a conscientização e prevenção da prática. Em algumas escolas existem casos que o combate a esse tipo de atitude obteve resultados positivos, pois os projetos e intervenções diretas com os alunos fizeram com que eles tomassem primeiramente, consciência de que estavam praticando atitudes prejudiciais a outros alunos. Assim, essa reportagem visa mostrar casos de sucesso em escolas, queresolveram combater o problema, de forma a conscientizar os alunos de que essa prática é inaceitável na sociedade.
Andrea da Silva Oliveira. Formada em Pedagogia. Tem experiência de 12 anos na profissão. Coordena as turmas do 6° ao 9° ano há dois anos na Escola João Paulo II
Andrea da Silva Oliveira. Formada em Pedagogia. Tem experiência de 12 anos na profissão. Coordena as turmas do 6° ao 9° ano hádois anos na Escola João Paulo II
O projeto “Bullying e Indisciplina”, desenvolvido no Centro Educacional João Paulo II – uma instituição privada, considerada referência em ensino na cidade – foi criado em virtude de várias situações pelas quais os alunos passavam. A Coordenadora Pedagógica Andrea Oliveira teve a ideia de organizar um projeto que pudesse prevenir estas duas práticas consideradasprejudiciais. O projeto, criado e desenvolvido por ela tem uma característica socioeducativa e abrange todos os aspectos escolares. Os pais e professores foram muito importantes para a boa execução das atividades propostas, sendo a participação deles imprescindível para o completo sucesso, evitando que alguns alunos desistissem da escola. O mesmo foi implantado tendo como objetivo resolver questõesrelacionadas às atitudes que os alunos estavam tomando, havendo situações que a escola julgou importante intervir, como em alguns casos em que alunos vítimas de bullying, não sentiam mais motivação para frequentarem a escola. Em geral, eram alunos acima do peso e tinham dificuldades de se relacionar, ficando excluídos dos grupos. Alunos que se destacavam nas notas também sofriam com essa prática. Oprimeiro passo foi diagnosticar onde estava acontecendo a agressão, quem estava sofrendo e quem praticava, e até mesmo se, de fato, tratava-se de bullying. As ações aconteciam no decorrer de todo o período letivo, sendo inseridas dentro do cronograma da escola, havendo uma culminância ao final; e a cada bimestre, eram realizadas reuniões pedagógicas com pais e professores, no intuito de verificarse as ações deram resultado. Estas foram implementadas de forma multidisciplinar e trabalhadas continuadamente. O projeto era baseado em palestras, trabalhos com apresentações de slides feitos pelos próprios alunos e orientações individuais, no sentido de conscientização da vítima e do agressor; orientação e sensibilização quanto às ofensas cometidas pelos colegas, servindo também como alerta...
tracking img