Broffice

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1636 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

Introdução 04
História 05
BrOffice 06
Características 08
Conclusão 12
Referências Bibliográficas 13


INTRODUÇÃO

BrOffice, anteriormente denominado BrOffice.org, é o nome adotado no Brasil da suíte para escritório LibreOffice. O BrOffice inclui seis aplicativos: um processador de textos, uma planilha eletrônica de cálculos, um editor de apresentações, um gerenciador debanco de dados, um editor de desenhos vetoriais e um editor de fórmulas matemáticas.
Neste trabalho abordaremos mais sobre o tema e como funciona o BrOffice.


História

BrOffice, anteriormente denominado BrOffice.org, é o nome adotado no Brasil da suíte para escritório LibreOffice. O BrOffice inclui seis aplicativos: um processador de textos, uma planilha eletrônica de cálculos, um editorde apresentações, um gerenciador de banco de dados, um editor de desenhos vetoriais e um editor de fórmulas matemáticas.

Coordenador do Projeto Cláudio Ferreira Filho
A partir da versão 3.3, o BrOffice.org passou a ser conhecido apenas como BrOffice, sem o sufixo. A mudança no nome deve-se a bifurcação do projeto original, OpenOffice.org, que culminou na criação do LibreOffice, representadoatualmente pelo BrOffice. No intuito de obter um desenvolvimento mais avançado, grande parte dos desenvolvedores do projeto original migraram exclusivamente para o LibreOffice, uma vez que mostravam-se descontentes com o rumo dado pela Oracle ao projeto.
A origem do BrOffice remete ao StarOffice, suíte de escritório produzida pela Star Division que surgiu em meados da década de 90. Após adquirir aStar Division, em 1999, a Sun Microsystems doou parte do código fonte do StarOffice 5.2, lançado em 13 de outubro de 2000, para uma comunidade de código aberto desenvolvê-lo, sob as licenças GNU Lesser General Public License (LGPL) e Sun Industry Standards Source License (SISSL), tornando-se a principal colaboradora e patrocinadora do projeto. A iniciativa, que deu origem ao projetoOpenOffice.org, ganhou o apoio de diversas organizações envolvidas em tecnologia, como a Intel, a Red Hat, a Mandriva, a Novell e o Debian.
No Brasil, formou-se uma comunidade de voluntários no intuito de traduzir o OpenOffice.org, nomeando-se, então, em fevereiro de 2002, Claudio Ferreira Filho para a coordenação do projeto de tradução. O grupo foi responsável pela tradução do glossário padrão, que serviriapara a compilação das primeiras versões do OpenOffice.org em português brasileiro, dando origem a versão brasileira do projeto, o OpenOffice.org.br. Além da tradução, o grupo destinou-se a criar funcionalidades específicas para a versão do Brasil. Assim, em 1 de março de 2002, foi lançada a versão 1.0 do OpenOffice.org. O OpenOffice.org.br passou a representar a suíte oficialmente no Brasil desdea sua criação, trazendo todas as inovações presente no software distribuído mundialmente e adicionando as funcionalidades desenvolvidas voltadas para os usuários do Brasil, como algumas extensões.
Em 2 de setembro de 2005, a Sun Microsystems retirou a licença SISSL do OpenOffice.org, permanecendo, assim, a licença LGPL como única, e, em 20 de outubro de 2005, mais um aplicativo passou a fazerparte da suíte de escritórios, o Base. Em 25 de janeiro de 2006, devido a um processo movido pela BWS Informática, uma microempresa de comércio de equipamentos e prestação de serviços em informática sediada na cidade do Rio de Janeiro, alegando o registro da marca Open Office, feito anteriormente, e que, mesmo sendo apenas semelhante ao nome OpenOffice.org.br, poderia causar confusão aos usuários, oOpenOffice.org.br passou a denominar-se BrOffice.org. Nessa mesma data, foi criada a ONG BrOffice.org, com o propósito de dar suporte às atividades, bem como difundir o software livre e de código aberto e também relacionar-se juridicamente com outras organizações, tanto para arrecadar doações como para a contratação de projetos junto a ONG.
Em 2010, foi criada uma bifurcação do projeto...
tracking img