Bioteca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1666 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BIOÉTICA

Origem e significado do termo


Em 1971, apareceu o vocábulo “bioética” num artigo escrito pelo oncólogo Van Rensselaer Potter, da Universidade de Wisconsin (E.U.A.), com o título The science of survival, e no ano seguinte, no volume do mesmo autor com o título Bioethics: bridge to the future, esse nome teve um rápido e grande sucesso.


Potter diagnosticou com seusescritos o perigo que representa para a sobrevivência de todo o ecossistema a separação entre duas áreas do saber, o saber científico e o saber humanista.





Para ele, a ética não deve se referir somente ao homem, mas deve estender o olhar para a biosféra em seu conjunto, ou melhor, para cada intervenção científica do homem sobre a vida em geral. A bioética, portanto, deve se ocupar deunir a “ética” e a “biologia”, os valores éticos e os fatos biológicos para a sobrevivência do ecossistema como um todo. O “instinto” de sobrevivência não basta: é preciso elaborar uma “ciência” da sobrevivência que o autor identifica com a bioética.





Em 1978, a Encyclopedia of Bioethic fala sobre a “bioética” nos seguintes termos: “Bioética é um neologismo derivado das palavras gregasbios (vida) e ethike (ética). Pode-se defini-la como sendo o estudo sistemático da conduta humana no âmbito das ciências da vida e da saúde, utilizando uma variedade de metodologias éticas num contexto interdisciplinar”.


Os instrumentos de estudo da bioética resultam da metodologia interdisciplinar específica que se propõe examinar de modo aprofundado e atualizado a natureza do fato biomédico(momento epistemológico), ressaltar suas implicações num plano antropológico (momento antropológico) e identificar as soluções éticas e as justificativas de ordem racional que sustentam essas soluções (momento aplicativo).





2) A Bioética e seus Princípios


A defesa da vida física


O corpo é o fundamento por meio do qual a pessoa se realiza, se expressa e se manifesta.Este princípio se opõe a: homicídio, suicídio, aborto, eutanásia, genocídio, guerra de conquista...


No âmbito da promoção da vida humana está inserido o tema da defesa da saúde do homem.





b) Liberdade e responsabilidade





A liberdade-responsabilidade constitui a fonte do ato ético,


Isso se aplica na terapia do médico que pressupõe o consentimento do paciente eexige, por parte do médico, a informação a respeito do tipo de tratamento proposto, com seus riscos.








c) Princípio de totalidade ou princípio terapêutico


Fundamenta-se no fato de que a corporeidade humana é um todo unitário resultante de partes distintas e, ao mesmo tempo, unificadas entre si pela existência única e pessoal.


O princípio da inviolabilidade da vida, que éprimeiro e fundamental, não é negado, mas, ao contrário, posto em prática toda vez que, para salvar o todo, e a própria vida do sujeito, é preciso intervir de maneira mutilante sobre uma parte do organismo. Fundamentalmente, esse princípio regula toda a licitude e a obrigatoriedade da terapia médica e cirúrgica. É por isso que o princípio se chama também princípio terapêutico.





d)Socialidade e subsidiaridade


O princípio da socialidade obriga cada pessoa e a comunidade a promover a vida e a saúde de cada um.


Exemplos: a situação da saúde no caso de poluição e de epidemias contagiosas, os vários serviços de assistência médica: ainda que seja a custo de sacrifícios dos que estão bem.


Pelo princípio da subsidiaridade, a comunidade deve, de uma parte, ajudar maisonde mais grave é a necessidade e, de outra, não deve suplantar ou substituir iniciativas livres de cada um e dos grupos, mas garantir seu funcionamento.





e) Os princípios de autonomia, benefício e justiça


Encontram-se na literatura específica sobre bioética, sobretudo inglesa (Beauchamps e Childress).


O princípio de autonomia refere-se ao respeito devido aos direitos...
tracking img