Benedito spinoza

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3887 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO CIÊNCIAS POLÍTICAS TEORIA GERAL DO ESTADO

FILÓSOFO BENEDITO SPINOZA
(BARUCH DE SPINOZA)

SINOP/MT-2012

FILÓSOFO BENEDITO SPINOZA
(BARUCH DE SPINOZA)

Trabalho elaborado em exigência da Disciplina de Ciências Políticas e Teoria Geral do Estado do 1º semestre - Noturno do Curso de Bacharel em Direito da FASIP- Faculdade de Sinop.

Sob a orientação do Profº Mestre CristianoPeixoto

SINOP/MT-2012






BIOGRAFIA

Benedito de Spinoza ou Baruch de Spinoza, nasceu em Amsterdã na Holanda, no ano de 1632 (mesmo ano de Locke) numa família de Judeus “Espanhois” e morreu em 1677 aos 44 anos de idade Tuberculose. Estudou em uma escola da comunidade Judaica no qual estudou a fundo a Bíblia e o Talmud. (Foi o primeiro filósofo a estudar e criticar a bíblia).Estudava vários autores renascentista, como Descartes, Bacon e Hobbes. Como consequência de seus estudos. Críticas e dotes intelectuais, começaram a ocorrer confrontos com os Teólogos da Sinagoga. Quando o chamaram para ser RABINO ele não aceitou e com essa posição irremovível, em 1654 ocorreu uma tentativa de suicídio contra ele mas pela suas astucia e agilidade, a facada pegou somente no manto. Em1656 ele foi excomungado e banido da Sinagoga.Logo de depois ele se refugiou em aldeias próximas Amsterdã onde vivia de trabalho e doação de seus seguidores, doações com as quais ele só aceitava parcialmente, o necessário pra comprar livros e etc.

A BUSCA DA VERDADE QUE DA UM SENTIDO A VIDA

Ele cita a busca da verdade na sua obra “O Tratado Sobre a Emenda do Intelecto” , nessa obra, ointeresse é destacar o caráter ético, e isso influencia muito na sua visão sobre estado. Ele não busca qual a metodologia correta de verdade, mas sim a verdade que é capaz de dar sentido a vida humana. O tipo de VERDADE de Spinoza, não é um tipo de verdade matemática ou física é um tipo que incide sobre SOMENTE a existência humana. “Mas é precisamente aquele verdadeiro que interessa mais que qualqueroutro a vida humana: Aquele verdadeiro que se busca para dele desfrutar em cujo desfrutamento reliza-se o cumprimento e a perfeição da existência e, portanto, a felicidade.

DEUS SPINOZIANO
SUBSTÂNCIA

Spinoza , criticava a divisão de corpo e alma cristã, seu sistema filosófico deixa claro que Deus não corresponde a uma personalidade, ou ENTIDADE METAFISICA (para o cristianismo Deus, é um sertranscendental, um aquém do nosso mundo). Ele era panteísta (pan = Tudo Téo= Deus) dizendo que Deus é a substancia na natureza, ou seja o universo como um todo.

ATRIBUTOS

Seria a manifestação da substância, comparando agora com o sistema de Schopenhauer, é como se ele quisesse dizer que existe a vontade e a vontade cria fenômenos ou seja , os atributos, são o tempo, o espaço, o pensamento etodos os atributos tem valores iguais.

MODOS

São as sensações , que um atributo causa. Exemplo: O tempo em sua época te causa uma sensação, essa sensação seria o modo.

DEUS E O MUNDO “NATURA NATURANS” E O MUNDO “NATURA NATURATA”

Mundo Natura Naturans (Natureza Naturante): É a qualidade da substância, diz que Deus , é um principio ativo na natureza, ele cria , ou seja Deus é NaturaNaturans.
Mundo Natura Naturata ( Natureza Naturata): Então o corpo que recebe essa ação seria o resultado da substância, atributos e modos.

CONHECIMENTO

OS TRÊS GÊNEROS DO CONHECIMENTO

Spinoza não distingue ideias falsas e ideias verdadeiras em sentindo absoluto, mas somente ideias e conhecimento mais ou menos adequados. E, quando fala de ideias falsas e verdadeiras, entende ideiasmenos ou mais adequadas. É nesse sentido que deve ser entendida a célebre doutrina spinoziana dos três “gêneros de conhecimento”, que são três “graus de conhecimento”: 1) A opinião e a imaginação; 2) O conhecimento racional; 3) O conhecimento intuitivo.
1) A primeira forma de conhecimento é a forma empírica, ou seja, a forma ligada às percepções sensoriais e às imagens, que, segundo Spinoza,...
tracking img