Barroco

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
* no século XVIII ( o barroco e o rococó no litoral e em Minas Gerais): as ordens terceiras e irmandades,
Barroco religioso litorâneo
Ao longo do século XVIII, a esmagadora maioria dos edifícios religiosos no Brasil, assim como em Portugal, continuaram utilizando as rígidas plantas ligadas ao estilo maneirista chão, com naves e capelas de forma retangular ou quadrada, sem nenhum tipo demovimentaçao como plantas curvas ou poligonais. Em todo o Brasil colônia, não chegam a vinte o número de igrejas com plantas barrocas que se afastam do esquema chão tradicional. Estas igrejas se localizam em umas poucas localidades: Recife e Salvador, com um exemplar cada uma, e Rio de Janeiro e algumas vilas em Minas Gerais, com os restantes.
Nas demais igrejas do século XVIII, o estilo barrocoficou restrito aos motivos decorativos de fachadas e interiores, com muitos exemplares por todo o Brasil. Entre estas, um exemplo inusitado é o da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, em Salvador, construída a partir de 1703 com uma fachada totalmente esculpida ao estilo barroco Churrigueresco das igrejas hispano-americanas.[25] O estilo dessa fachada, porém, não teve continuidade em outrosedifícios.
Uma das primeiras igrejas com planta de influência barroca no Brasil colônia é a Igreja da Glória no Rio de Janeiro, construída provavelmente na década de 1730 e atribuída ao engenheiro-militar José Cardoso Ramalho com base na tradição oral. A igreja tem a forma de dois prismas octogonais alongados e justapostos, com a torre única situada na frente. Na base da torre há um pequeno pórticocom arcadas onde se encontra a entrada principal. A planta é absolutamente original, tanto para o Brasil como para Portugal, sendo um verdadeiro marco na arquitetura luso-brasileira.[26] Outra igreja importante no Rio de Janeiro, infelizmente demolida no século XX, foi a Igreja de São Pedro dos Clérigos, datada de 1733-1738. Essa igreja tinha uma nave de planta elíptica ladeada de ábsides curvas.A fachada, curva, era flanqueada por duas torres circulares. São Pedro dos Clérigos do Rio foi a primeira com essas características construída no Brasil, e provavelmente influenciou as plantas elípticas de certas igrejas mineiras construídas mais tarde. No Rio de Janeiro, também as igrejas da Conceição e Boa Morte (finalizada em 1758), Nossa Senhora Mãe dos Homens (começada em 1752) e Lapa dosMercadores (c. 1747), tem plantas que incorporam segmentos elípticos ou poligonais.[26]
Outro notável monumento do período é a Igreja de São Pedro dos Clérigos no Recife, construída entre 1728 e 1782 e projetada por Manuel Ferreira Jácome. O espaço interno da nave da igreja tem forma octogonal, como a da Glória do Rio, mas o exterior é de planta retangular, escondendo a organização interior.[27] EmSalvador, em 1739, começou a construção da imponente Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, projetada pelo engenheiro-militar Manuel Cardoso de Saldanha em Portugal. Os cantos da nave são chanfrados, dando ao interior uma forma poligonal, semelhante a igrejas portuguesas como a Igreja do Menino Deus de Lisboa (1711). As duas torres na fachada estão dispostas em diagonal, acompanhando aforma da nave. As pedras da igreja foram cortadas em Portugal e despachadas a Salvador junto ao mestre encarregado de dirigir a construção.[28]

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de Ouro Preto (começada em 1757), com superfícies curvas da fachada e torres.
Após o Terremoto de 1755, a reconstrução de Lisboa organizada pelo Marquês de Pombal foi orientada segundo um estilo tardo-barrococlassicizante, denominado hoje estilo pombalino. Esse estilo foi fortemente influenciado pelo barroco romano, favorecido pela corte lisboeta desde o reinado de D. João V (1707-1750).[29] No Brasil, o estilo pombalino se refletiu especialmente em Belém do Pará e Rio de Janeiro, que eram cidades administrativas importantes em constante contato com a metrópole.[30] Em Belém, a influência pombalina...
tracking img