Atps processo civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1216 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ATIVIDADE PROPOSTA - MODELO

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DA COMARCA DE CAMPO GRANDE-MS


MARIA MADALENA, brasileira, casada, do lar, portadora do CPF nº 123.456.789-10, residente e domiciliada à Rua Brasil, 1500, bairro centro, Campo Grande-MS, CEP 79100-000, por seu procurador firmatário, nos termos do incluso instrumento de mandato(Doc. 01), o qual recebe intimações no endereço contido no rodapé da presente, vem respeitosamente à presença de V. Exa. propor:
AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS CAUSADOS EM ACIDENTE DE TRÂNSITO contra PEDRO SILVA, brasileiro, casado, comerciante, CPF nº 001.002.003-04, e seu filho; PAULO SILVA, brasileiro, solteiro, comerciante, ambos residentes e domiciliados àRodovia br 163, Km 51, s/nº, de acordo com os fatos e fundamento jurídico que a seguir passa a expor:
No dia 25/01/2010, por volta das 06h35, o veículo Honda Civic, placa HRZ-2345, de propriedade da Autora (Doc. 02), que trafegava na BR 163, Km 171, no sentido rural-urbano, sofreu colisão frontal.
Na ocasião, o referidoautomóvel era conduzido por JOÃO MADALENA, filho da Autora.
A colisão se deu entre o veículo da Autora e o veículo FORD F-1000, placa SPC-7271, de propriedade do Primeiro Requerido (Doc. 03), que estava sendo conduzido por seu filho, segundo Requerido, e trafegava na pista contrária.
O Segundo Requerido, no momento doacidente, conduzia o automóvel de forma imprudente, acima do limite de velocidade estabelecido no local, que era de 80 km/h.
Ao chegar na curva onde se deu o acidente, não conseguiu manter o veículo em sua mão de direção, e acabou por invadir a pista contrária - onde trafegava o filho da Autora – causando o abalroamento.
Ofato encontra-se descrito no boletim de ocorrência lavrado por oficial da Polícia Rodoviária Federal (Doc. 04).
O Segundo Requerido, muito embora evidente a gravidade do acidente, fugiu do local, sem prestar auxílio ao condutor do veículo da Autora, e sem identificar-se.
Testemunhas que trafegavam logo atrás do veículo daAutora anotaram a placa do automóvel do Requerido, e tiraram fotografias do local do acidente (Docs. 05 e 06).
O local do acidente, considerando a mão de direção pela qual trafegava o veículo do Requerido, é um declive, o que favorece o desenvolvimento de velocidade superior ao permitido (Doc. 07).
A conduta imprudentedo Requerido acabou por ocasionar danos ao veículo da Autora, conforme se verifica nas fotografias que acompanham a presente (Docs. 08 a 13).
Os danos, relacionados nos três (3) orçamentos anexos, conforme o menor deles atingem a importância de cinqüenta e nove mil reais (R$59.000,00).
O artigo 186, do novel Código Civil,combinado com o art. 927 da mesma verba legislativa, determina que aquele que age de forma imprudente, ocasionando danos, tem o dever de repará-los.
O Requerido proprietário do automóvel envolvido no acidente é solidariamente responsável com seu filho, tratando-se de culpa in vigilando, nos termos do parágrafo único do art. 942 do CC.Isto Posto, requer:
a) Sejam os Réus citados para que compareçam a sessão de conciliação, sob pena de revelia e confissão quanto à matéria de fato;
b) Condenem-se solidariamente os Réus ao pagamento de cinqüenta e nove mil reais (R$59.000,00), atualizados monetariamente e acrescidos dos juros legais;
c) Protesta o Autor em provar o alegado por todos os meios em direito...
tracking img