Atps de comportamento organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3694 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ATPS COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL
(DESAFIO 2 E ETAPA 1e 2)

DESAFIO 2

A partir da observação analítica da imagem, em equipe, construa uma argumentação de no máximo duas páginas relacionando trabalho em equipe, liderança, percepção, efeitos das ações e comunicação.

“Tudo depende de como olhamos para as coisas, e não de como elas são em si mesmas “( Carl Gustav Jung).

Trabalho em equipeMuitas pessoas, que atuam em diversas organizações, estão trabalhando em grupo e não em equipe, como se estivessem em uma linha de produção, onde o trabalho é individual e cada um se preocupa em realizar apenas sua tarefa e pronto. No trabalho em equipe, cada membro sabe o que os outros estão fazendo e sua importância para o sucesso da tarefa. Eles têm objetivos comuns e desenvolvem metascoletivas que tendem a ir além daquilo que foi determinado. Se no exemplo anterior os integrantes do grupo trabalhassem como equipe, conhecendo a importância do trabalho de cada membro, tendo uma visão e objetivos comuns, certamente não aconteceria a construção dos trilhos de maneira errada,e não seria preciso discutir quem estava certo.

Ter uma equipe altamente eficaz é mais do que ter um grupode pessoas, visto que o trabalho em equipe precisa ser planejado, elaborado.
No trabalho em grupo, seus membros produzem melhor resultado do que se atuassem individualmente, isto é, através da complementação da capacidade, do conhecimento, do esforço individual, da interação entre os membros com entendimentos, pontos de vista, habilidades complementares, os membros do grupo têm retorno paraidentificar inconsistências e falhas em seu raciocínio e juntos podem buscar idéias, informações e referências para auxiliar na resolução dos problemas.

Um dos aspectos fundamentais para o bom desenvolvimento de um trabalho em grupo é a colaboração entre seus membros. No trabalho colaborativo, é fundamental que as atividades sejam discutidas em conjunto, ainda que as tarefas sejam divididas porsubgrupos ou para indivíduos, o todo só será coerente se as partes estiverem afinadas, isto é, todos os membros
devem ter conhecimento e "colaborar" no desenvolvimento de cada parte do projeto. São formadas verdadeiras parcerias, que por definição, tudo que se realiza tem um objetivo comum.

Liderança

Líderes precisam desenvolver competências e motivar suas equipes para implantar açõescolaborativas. Valorizar o trabalho em equipe é o primeiro passo para se conseguir desenvolver ações colaborativas. |
|
|
Líderes excepcionais têm visão. Conduzem pessoas e organizações em direções que sozinhas não seguiriam. Podem lançar empreendimentos, formar culturas organizacionais, ganhar guerras ou mudar o curso dos eventos. São estrategistas que agarram oportunidades que outros deixam deperceber, mas também são detalhistas apaixonados - atenciosos às pequenas realidades fundamentais que podem realizar ou destruir o maior dos planos.No caso dos trilhos construídos errados em desacordo,se houvesse uma liderança com um líder atuante não aconteceria,pois ele estaria acompanhando o trabalho e dando o devido respaldo aos construtores e verificaria sempre o andamento do projeto e aqualidade a se conseguir.

Percepção

Estamos sempre tão ocupados com os outros e com nós mesmos que coisas importantes passam desapercebidas. Quanto mais rica e flexível for a nossa percepção aumentamos a capacidade de reconhecer sinais e facilitando assim o nosso desempenho profissional.
Quantas vezes erramos porque simplesmente não deixamos que a percepção nos mostrasse algo a mais. Sentimos oambiente esquisito, mas não aguçamos nossos sentidos para entender o que está realmente acontecendo.Foi o que aconteceu com os operários ,os construtores do trilho,apesar de perceber que havia algo no ar ,não deram o devido valor a como os fatos se apresentavam e deixaram passar desapercebido o direcionamento da construção dos trilhos.
Voltar para dentro de si mesmo, ficar de “antenas ligadas”...
tracking img