Atomistica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2482 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL DE 1º E 2º GRAU ZILDA BRACONI AMADOR

ENSINO MÉDIO - MANHÃ








JESUS APARECIDO SANTANA PEREIRA








Atomistica
























São Paulo/SP
1997










Na antiguidade acreditava-se que dividindo a matéria em pedaços cada vezmenores, chegar-se-ía a um ponto onde as partículas, cada vez menores, seriam invisíveis ao olho humano e, segundo alguns pensadores, indivisíveis. Graças a essa propriedade, receberam o nome de átomos, termo que significa o que não pode ser dividido, em grego. Foi quando surgiu entre os filósofos gregos o termo atomismo.
No século V a.C. (450 a.C.) Leucipo de Mileto juntamente com o seu discípuloDemócrito de Abdera, (400 a.C.), considerado o pai do atomismo grego, discorreram sobre a natureza da matéria de forma elegante e precisa.

Leucipo de Mileto
Nasceu no século V a. C., segundo Apolodoro, entre 460 e 457 a. C., provavelmente em Mileto. De Leucipo pouco se sabe, tendo-se mesmo chegado a duvidar da sua existência, o certo é que aparece como um dos fundadores, a par de Demócrito (dequem foi mestre), do atomismo filosófico. Foi provavelmente discípulo de Zenão de Eleia. Foi, segundo Teofrasto, o autor de Grande Sistema do Mundo e Sobre o Espírito.
Os átomos são, na doutrina atomista, as partículas últimas constituintes do universo, formado por aglomerados dessas partículas, que circulam no vazio. O átomo foi identificado por Leucipo com o ser e o vazio com o não ser. Tudo écomposto por átomos, que se agregam e desagregam e assim dão origem, ora à vida, ora à morte do organismo que formam. O átomo é, segundo a etimologia, uma partícula indivisível; é também eterna, quer dizer, não criada, não sujeita ao nascimento e à morte, ao contrário dos corpos que constitui, que dependem da sua agregação ou desagregação.





















Demócrito deAbdera

Filósofo grego (460 a.C.-370 a.C.). Autor da teoria de que o Universo é formado por partículas indivisíveis: os átomos. Nasce provavelmente em Abdera, cidade onde mora por vários anos e onde desfruta razoável prestígio. Embora sejam raros os registros sobre sua vida, é certo ter sido reconhecido como um dos pensadores mais cultos de seu tempo.
Parece ter viajado muito e sabe-se queescreveu inúmeros trabalhos de física, matemática, ética e música, entre outros, dos quais só restam fragmentos esparsos. Sua doutrina física e cosmológica é elaborada com base em ensinamentos de seu mestre, Leucipo de Mileto.
De acordo com Demócrito, os átomos, que em grego significa indivisível, são partículas bastante pequenas e homogêneas, diferindo entre si apenas na forma e na magnitude.Ele afirma ainda que os sentimentos, a percepção de cores e as sensações de sabores também são definidos pelo tamanho dos átomos. Os filósofos Epicuro e Lucrécio são seus principais seguidores.

Modelo atômico de Demócrito

Por volta de 400 anos a.C. filósofo grego Demócrito sugeriu que a matéria não é contínua, isto é, ela é feita de minúsculas partículas indivisíveis. Essas partículas foramchamadas de átomos (a palavra átomo significa, em grego, indivisível). 
Demócrito postulou que todas as variedades de matéria resultam da combinação de átomos de quatro elementos: terra, ar, fogo e água. 
Demócrito baseou seu modelo na intuição e na lógica. No entanto foi rejeitado por um dos maiores lógicos de todos os tempos, o filosofo Aristóteles. Este reviveu e fortaleceu o modelo dematéria contínua, ou seja, a matéria como "um inteiro". 
Os argumentos de Aristóteles permaneceram até a Renascença.


















O professor da universidade inglesa New College de Manchester, John Dalton foi o criador da primeirateoria atómica moderna na passagem do século XVIII para o século XIX.


John Dalton

John Dalton (1766-1844) é considerado o fundador da...
tracking img