Atletismo na escola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3166 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS





LUIZ EDUARDO PEREIRA BOMFIM















ATLETISMO NA ESCOLA: DIFICULDADES E PERSPECTIVAS























Itabuna
2012

LUIZ EDUARDO PEREIRA BOMFIM

















ATLETISMO NA ESCOLA: DIFICULDADES E PERSPECTIVAS










Artigo científico apresentado àFaculdade de Educação da FINOM, como requisito parcial para obtenção do título de Especialista Em Educação Física Escolar.





















Itabuna
2012
ATLETISMO NA ESCOLA: DIFICULDADES E PERSPECTIVAS



Luiz Eduardo Pereira Bomfim[1]





Resumo:

Este artigo tem como foco principal identificar as raízes e motivos pela qual a prática de atletismo nas escolasé desinteressante, tendo como objeto de estudo o Colégio Estadual Polivalente de Camacan, buscando refletir sobre o papel dessa atividade enquanto componente curricular da educação física escolar. O interesse pelo referido tema sucede do fato, de perceber que, durante a prática de educação física e da inserção da modalidade atletismo os alunos não comparecem e não emitem respostas favoráveis,demonstrando assim sua insatisfação. O trabalho destaca o atletismo, a importância da modalidade e do acompanhamento necessário de um profissional capacitado e de estrutura física condizente Esse trabalho propõe disponibilizar aos educadores de educação física, a análise acerca do atletismo como modalidade olímpica e como contribuição para melhorar a qualidade de vida dos discentes enquantoexercício físico regular.


Palavras-chave: atletismo, educação física, educação, prática.


1 INTRODUÇÃO

A história do Atletismo conta e remonta a história esportiva no homem no Planeta. Por isso é chamado e considerado esporte-base, porque sua prática corresponde a movimentos naturais do ser humano como correr, saltar, lançar. Não por acaso, a primeira competição esportiva de que se temnotícia foi uma corrida, nos Jogos de 776 A.C., na cidade de Olímpia, na Grécia, que deram origem às Olimpíadas. A prova, chamada pelos gregos de "stadium", tinha cerca de 200 metros e o vencedor, Coroebus, é considerado o primeiro campeão olímpico da história. O slogan do atletismo "mais rápido, mais alto e mais forte" ("citius, altius e fortius"), simulado pela trilogia correr, pulare arremessar, foi criado pelo padre Dére Didon em 1896, mas surgiu bem anteriormente, por volta de 776 a C. entre os jovens e soldados gregos, para desenvolver as habilidades físicas e criar competições. Os gregos iniciaram o culto ao corpo e em homenagem ao deus supremo inauguraram os Jogos Olímpicos. Para os gregos cada idade tinha a sua própria beleza e a juventude tinha a posse deum corpo capaz de resistir a todas as formas de competição, seja na pista de corridas ou na força física. A estética, o físico e o intelecto faziam parte de sua busca para perfeição, sendo que um belo corpo era tão importante quanto uma mente brilhante. Enquanto educador físico, docente do Colégio Estadual Polivalente de Camacan e praticante da modalidade atletismo, um episódio me causainquietação é a ausência de interesse na educação física escolar da prática do atletismo, sabendo da pouca difusão e da falta de estrutura das escolas públicas. Chego a conclusão que deve-se investigar por que a prática do atletismo não desperta interesse nos educandos da escola pública, em especial o colégio no qual eu leciono, pois, precisamos encarar o atletismo como uma possibilidade de ensino.O objetivo principal do estudo foi investigar o porquê da rejeição dos alunos da escola pública referente a prática do atletismo como componente dos jogos internos da educação física escolar, além de frisar os benefícios da prática para o corpo do indivíduo que pratica.
O procedimento de investigação utilizado foi à pesquisa bibliográfica e de campo acerca do atletismo e dos...
tracking img