Aspecto da filosofia contemporanea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (292 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Por ser mais próxima da nossa atualidade a filosofia é mais difícil de ser vista em sua generalidade, seus diferentes problemas e suas variáveis respostas impossibilitando uma visãode conjunto.
É uma distância insuficiente para detectar os traços mais gerais e marcantes desse período da filosofia. Contudo podemos identificar quais são os temas mais abordados equestionamentos que cercam a filosofia desse período.
É no período contemporâneo que existe a busca da história do homem, da sociedade, da ciência e das artes. Segundo o filósofoalemão Hegel, somos seres históricos.
No século XIX, com o advento da Revolução Industrial e com o avanço das ciências e das técnicas, a filosofia usou desses artifícios paracontrolar a natureza, a sociedade e os indivíduos. Atrelados aos ideais de progresso e desenvolvimento, poderio humano para construir uma vida feliz. A filosofia apostou no Anarquismo,socialismo, comunismo. Essas utopias revolucionarias criaram ações politicas conscientes, dos explorados e dos oprimidos. Gerando uma sociedade mais justa e feliz.
A filosofia do séculoXIX afirma que a história é descontinua, e afirma eu não existe uma só cultura e sim várias culturas. Essa afirmação se baseia na ideia de que a cultura não se baseia na nação, poisessa é uma criação cultural. Outra vertente foi dar importância ao finito, tudo aquilo que surge e desaparece; tem fronteiras e limites. A corrente conhecida como existencialismodefiniu o homem com um ser para a morte.
A filosofia visou à teoria do conhecimento, ética e epistemologia. Com o estudo reduzido os filósofos focaram no conhecimento das estruturas eformas de nossa consciência e por sua linguagem.
Nos dias de hoje o desconstruvismo (pós-modernismo) vem ganhando espaço, o seu alvo é criticar tudo o que a filosofia estudou até hoje.
tracking img