Areas corticais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1794 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Anatomia do diencéfalo

Faz parte do Cérebro, juntamente com o Telencéfalo (Correspondem ao Prosencéfalo) e ocupam 80% da cavidade craniana.
Divide-se em: - Subtálamo
- Epitálamo
- Hipotálamo
- Tálamo
Estão em relação com o III Ventrículo.

1. III Ventrículo:
Cavidade do diencéfalo é uma fenda ímpar e mediana que se comunica com o IV ventrículo peloaqueduto cerebral e com os ventrículos laterais pelos forames interventriculares ou de Monro. Existe uma depressão que vai do forame de Monro até o aqueduto cerebral, sulco hipotalâmico. Acima desse sulco está o tálamo e abaixo o hipotálamo. Observa-se uma trave de substância cinzenta, que une os dois tálamos, a aderência intertalâmica.
No assoalho observamos o quiasma óptico, infundíbulo,túber cinéreo e corpos mamilares, pertencentes ao hipotálamo.
A parede posterior do ventrículo é formada pelo epitálamo, acima do sulco hipotalâmico, saindo de cada lado do epitálamo, na porção superior do ventrículo, saem às estrias medulares do tálamo onde se insere a tela corióide que forma o teto do III ventrículo e de onde saem os plexos corióides e são contíguos com os plexos corióides dosventriculos laterais pelos forames interventriculares.
O subtálamo não se relaciona com a luz do III ventrículo.
A parede anterior é formada por uma fina lâmina de tecido nervoso, lâmina terminal, disposta entre o quiasma óptico e a comissura anterior (ligando os dois hemisférios – lobos temporais - e os bulbos olfatórios, pertence ao telencéfalo).

Possui quatro recessos: - Infundibular- Óptico
- Pineal
- Suprapineal

2. Subtálamo:
É uma pequena área limitada superiormente com o tálamo, lateralmente com a cápsula interna e medialmente com o hipotálamo e inferiormente com o mesencéfalo.
O subtálamo apresenta partes do núcleo rubro, substancia negra e formação reticular (zona incerta).
Tem função motorapertencendo ao sistema extrapiramidal.
Lesão:- Hemibalismo que são movimentos anormais das extremidades e que às vezes não desaparece com o sono levando a exaustão.

3. Epitálamo:
Situado superior e posterior do diencéfalo. Contém formações endócrinas e não endócrinas.
- Não endócrinas: núcleos da habênula, comissura das habênulas e estrias medulares (pertencem ao sistema límbico eregulam o comportamento emocional) e comissura posterior.
As estrias medulares contêm fibras principalmente da área septal e terminam no núcleo da habênula ipsi ou contra-lateral (cruzam na comissura das habênulas)
Os núcleos da habênula ligam-se ao núcleo interpeduncular do mesencéfalo pelo fascículo retroflexo conectando o sistema límbico ao mesencéfalo.
A comissura posteriormarca o limite entre mesencéfalo e diencéfalo, constituída de fibras variadas. Destacam-se fibras pré-tectal de um lado que cruzam para o núcleo de Edinger Westphal oposto intervindo no reflexo consensual. Tumores no corpo pineal podem abolir o reflexo consensual e permanecer o reflexo fotomotor direto.

- Endócrinas: corpo pineal e órgão subcomissural.
Corpo Pineal (glândula pineal ouepífise) vem de um divertículo ependimário no teto do III ventrículo entre a comissura posterior e habenular. São abundantes os mastócitos (histamina), ainda astrócitos, oligodendrócitos e o pinealócito. Tem ainda concreções calcárias que aumentam com a idade. É muito vascularizada (perde apenas para o rim). Está relacionada com as gônadas, ação inibitória. Produz melatonina através da serotoninaabundante na pineal e sua produção tem ritmo circadiano.
Estudos mostram que a luz exerce efeito inibidor da pineal, através do sistema nervoso simpático.
Órgão subcomissural é uma saliência abaixo da comissura posterior, ativamente secretora, relacionada com o controle de secreção da aldosterona pela adrenal.

4. Hipotálamo:
Situa-se abaixo do sulco hipotalâmico nas paredes...
tracking img