Aprendizagem organizacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2769 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Aprendizagem Organizacional:
Learning Organization ( Organizações que aprendem), são organizações que têm capacidade de aprender, renovar e inovar continuamente.
Segundo Peter Senge a proposta de Learning Organization é o resultado da convergência de cinco disciplinas:
1.Raciocínio sistêmico: integração dinâmica entre o todo e as suas partes;
2.Domínio pessoal: objetivos,energia e paciência;
3.Conscientização dos modelos mentais enraizados: examina-los de forma meticulosa;
4.Definição de um objetivo comum: um sentido de missão;
5.Disciplina do aprendizado em grupo: a unidade fundamental é o grupo e não o individuo.
Para as organizações serem capazes de aprender estas cinco disciplinas haveriam de funcionar em conjunto, sendo o raciocínio sistémicoresponsável pela integração de todas as demais. A ideia é sanar as deficiências de aprendizagem, começando pela sua identificação e pela posterior aplicação de algumas técnicas que exercitem um raciocínio sistêmico, o qual permitirá o desenvolvimento das outras disciplinas.
Segundo Peter Senge Também são cinco as principais deficiência do processo de aprendizagem nas organizações:
1.Eu sou meucargo: limitação a função e falta de objetivos
2.O inimigo estar lá fora: a culpa e sempre dos outros
3.A fixação em eventos: ênfase no curto prazo
4.A não conscientização das mudanças: falta de atenção às sutilizas e aos indicadores de longo prazo
5.O mito da equipe administrativa: vai bem nas rotinas mas não nas situações difíceis
O Learning Organization tem como premissa oaprendizado pela experiência e depende muito da cultura organizacional do estilo de liderança e da Administração Participativa.
A busca da aprendizagem contínua, segundo a proposta de Senge, que coloca o enfoque sistémico como sua base, fica vazia de significado caso a estrutura da empresa não reflita também uma visão sistémica do negócio.
2. Gestão do Conhecimento:
A Gestão doConhecimento, do inglês KM - Knowledge Management, é uma disciplina que tem suscitado cada vez mais atenção nas últimas décadas, tendo originado inúmeros trabalhos de investigação e investimentos cada vez mais significativos por parte das organizações que reconhecem a sua crescente importância.
A principal preocupação dos investigadores na área da gestão do conhecimento reside na busca da melhoria dedesempenho das organizações através de condições organizacionais favoráveis, processos de localização, extracção, partilha e criação de conhecimento, assim como através das ferramentas e tecnologias de informação e comunicação.
A Gestão do conhecimento possui ainda o objetivo de controlar, facilitar o acesso e manter um gerenciamento integrado sobre as informações em seus diversos meios.Entende-se por conhecimento a informação interpretada, ou seja, o que cada informação significa e que impactos no meio cada informação pode causar de modo que a informação possa ser utilizada para importantes ações e tomadas de decisões.
Entre as diversas vantagens de uma boa gestão de conhecimento, reconhecem-se as seguintes:
* Vantagem competitiva em relação à concorrência
* Redução doscustos e tempo de produção e desenvolvimento de produtos
* Rápida comercialização de novos produtos
* Aumento do valor das ações
* Maximização do capital intelectual/ativos intelectuais
* Melhoria dos processos internos e maior fluidez nas operações
* Processos de tomada de decisões mais eficientes e melhores resultados
* Melhoria na coordenação de esforços entre unidades denegócios
* Melhoria da prestação de serviços (agilidade), da qualidade dos produtos e da qualidade do serviço cliente
A gestão do conhecimento tem como objetivos:
* Tornar acessíveis grandes quantidades de informação organizacional, compartilhando as melhores práticas e tecnologias;
* Permitir a identificação e mapeamento dos ativos de conhecimento e informações ligados a...
tracking img