Analise sobre a historiografia da idade média

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Historiografia é o equivalente a qualquer parte da produção historiográfica, ou seja: ao conjunto dos escritos dos historiadores acerca de um tema ou período histórico específico.
Neste trabalho o objetivo foi debater a cultura, suas definições e concepções teóricas na idade média. Sendo assim, apontando os elementos presentes nas narrativas e nos discursos históricos a partir dediferentes análises historiográfica sobre os textos que tratam da idade média. A reflexão sobre a possibilidade ou impossibilidade de uma história “pura” que não foi contaminada por cientistas obriga a considerar a tarefa do historiador, como o de qualquer cientista, como um produtor social, inseparável do restante da cultura humana, em diálogo com os demais historiadores e com toda sociedade comoum todo.






















A historiografia ao longo do tempo sofreu mudanças, as quais proporcionam a crise da história, como disciplina na questão ideológica, política e valores.
No final do século XIX a história foi uma disciplina pré-paradimática, ou seja, um modelo a ser seguido, mas em virtude da crise na história, da qual se aplica o modo em questão da escrita dahistória, das dificuldades de escrever e de investigar a história, alguns problemas da história intelectual vieram a serem questionados, problemas esses difíceis de resolver por alguns motivos como as mudanças de vocabulários.
A utilização de fontes na escrita da nova história também obteve mudanças, os quais antes eram apenas utilizadas caso fossem oficiais, e com o paradigma da escrita da novahistória qualquer espécie de documento é utilizado, como fotográficas, arqueológicas, orais, em fim de todos os tipos.
A cultura tem uma ligação importante com a intelectualidade, pois cultura é um conjunto de significados históricos, os quais mostram uma estrutura social de um povo, estabelecendo a relação do objeto intelectual com os inúmeros aparecimentos culturais.
Segundo Thierry , anecessidade verificada nos últimos cinquenta anos da história francesa de destruir seu passado , suas raízes , estava causando um profundo mal aos homens , porque estavam sendo destruídas suas instituições , as bases da sua existência .
Pelo fato de se tratar de uma época inconstante , onde quem era livre num dia poderia não o ser no seguinte , onde os homens agiam segundo sua vontade , segundo suasforças , foi que Guizot ressalta que existia , no mundo medieval , um profundo instinto de liberdade .
Esse era o caráter das suas relações as quais se faziam por meio de subordinação individual; as bases dessas relações era a ligação do homem ao homem , a fidelidade do indivíduo ao indivíduo .
O século XVIII e a Idade Média se autores do século XIX , em especial Guizot , puderam apresentar operíodo feudal como um dado momento do desenvolvimento dos homens , isso não significa que sua concepção não tenha um comprometimento político .
O propósito dos escritos da segunda metade do século XVIII era tudo abolir , lançar por terra qualquer lembrança da Idade Média .
Sua destruição era uma exigência para o livre curso do novo modo de ser dos homens .
Prosseguindo em sua crítica , assinalaque a religião em geral não era prejudicial aos homens .
Se nas Cartas Persas encontramos a descrição da França do início do sélo XVIII como uma nação sem liberdade e com muita miséria , com uma crítica ferina às suas classes e instituições , no livro Do espírito das leis 5 , sua obra mais conhecida e editada , Montesquieu dedica-se a tratar das leis sociais que dominavam os homens .
Aocontrário , por ser a nobreza a classe dominante do mundo feudal , era “natural” que a sociedade possuísse , na sua essência , o perfil dessa classe .
A partir dessa época , o que se reivindicava era que a linhagem não deveria mais determinar o lugar que os homens deveriam ocupar na sociedade , mas o espírito , a inteligência , a vontade , o talento , enfim , eram as qualidades pessoais que deveriam...
tracking img