Amostra de agua na reserva ducke

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Reserva florestal adolfo ducke
Apresentação:
Visitar o Jardim Botânico Adolpho Ducke de Manaus é experimentar toda a exuberância da floresta de terra firme amazônica.
Localizado na borda da Reserva Florestal Adolpho Ducke, na zona Leste de Manaus, seus mais de 3km de trilhas levam o visitante ao interior da mata primária onde é possível encontrar árvores como um angelim-pedra (Diniziaexcelsa) de 40 metros e 400 anos de idade.
Borboletas e outros insetos, macacos e preguiças também podem ser vistos nas trilhas. Com sorte, há a chance de um encontro com animais selvagens raros, como o gavião-real (Harpia harpyja), que chega a medir dois metros de uma asa a outra e é considerada a mais poderosa ave de rapina do mundo.
Coleções de palmeiras, helicônias e aráceas, e um viveiro deorquídeas e bromélias formam o acervo de espécies trazidas do interior da Reserva e de diferentes regiões da Amazônia.
Biblioteca, anfiteatro, pavilhão e tenda para exposições e um viveiro com mudas para doação completam os atrativos. Programas de educação ambiental, jogos, oficinas de arte e sessões de contação de história e planetário são oferecidos aos grupos e escolas que agendam sua visita.Cientistas e jovens universitários também encontram no local apoio para realizar seus estudos.

Localização

O Jardim Botânico de Manaus possui 5 km², distribuídos em uma faixa de 500 metros de largura por 6 km de comprimento ao longo da borda sul e 4 km ao longo da borda oeste da Reserva Florestal Adolpho Ducke.

Impactos ambientais na bacia do puraquequara e tarumã (bacias hidrográficaslimítrofes)
O município de Manaus está sob forte impacto ambiental causado pela ocupação urbana desordenada em conseqüência da falta de políticas públicas de gestão territorial. Atualmente, os igarapés que drenam a cidade estão totalmente degradados pelo aporte de efluentes domésticos e industriais (Silva, 1996; Barroncas, 1999; Silva et al, 1999, entre outros). Com o avanço da urbanização novas áreasestão em fase de degradação sem que se conheçam as características originais das suas águas superficiais, que são os melhores parâmetros para medir a qualidade, o grau de impacto, entender os mecanismos que controlam a concentração dos elementos químicos nos rios (Shiller, 1997), caracterizar a lixiviação e a ciclagem das espécies químicas (Forti et al., 1997) e estimar processos erosivos (Dupré etal. 1996) e de transporte dos elementos nas águas naturais (Viers et al., 1997). Todas essas informações permitem otimizar o gerenciamento dos recursos hídricos de uma região. Assim, os dados obtidos, somados aos de Silva et al. (1999), Campos (1994) e aos preliminares de Lopes & Silva (1999) e Lima & Miranda (2000), em outras drenagens do município de Manaus, contribuirão para montar umquadro sobre a composição média das águas não contaminadas na região. Essas informações também servirão para quantificar o grau de contaminação dos igarapés na área urbana da cidade de Manaus, contribuindo para entender a cinética dos processos de poluição no decorrer dos anos nas drenagens mais impactadas.
Localização e características da área
O rio Puraquequara e seu maior afluente direito, oÁgua Branca, estão localizados na zona rural leste do município de Manaus, na área de expansão da cidade, e lançam suas águas no rio Amazonas (Fig. 1). A foz do Puraquequara é afogada em conseqüência do barramento de sua água pela deposição de sedimentos trazidos pelo Amazonas, de modo que se forma um lago tipo ria com até 1 km de largura na sua foz. A influência do barramento se estende até 7 kma montante. A rodovia AM-010, que passa próximo às cabeceiras, e estradas vicinais permitiram o acesso aos pontos de amostragem.
 

O substrato geológico da bacia do Puraquequara é composto pelos sedimentos da Formação Alter do Chão, constituída de arenitos arcoseanos, quartzo-arenitos, quartzo-grauvacas e brechas intraformacionais, depositadas em ambiente flúvio-lacustre entre o Cretáceo...
tracking img