A Hist Ria Perdida E Recuperada De Jesus De Nazar Juan Luis Segundo

Páginas: 1023 (255641 palavras) Publicado: 10 de abril de 2015
I

I

A quem pode interessar o ser humano, histórico, cha­
mado Jesus de Nazaré? Qual é a continuidade, que pode ser
estabelecida historicamente, entre Jesus e o cristianismo? É
ele o fundador de uma das grandes religiões da humanidade
ou üm crítico rigoroso e livre de todo sistema religiosio? Existe
um interesse universal pelos valores de Jesus que ultrapas­
sam à fé nele? Essas questões eoutras parecidas levaram
Juan Luis Segundo a escrever este livro, uma de suas gran­
des obras.
Neste livro deparamo-nos com um diálogo apaixonado e
lúcido com “ateus potenciais” (aqueles que estão dispostos a
pôr determinados critérios prévios e superiores a qualquer re­
ligião, sejam cristãos ou não) sobre o significado de Jesus de
Nazaré. Retoma, assim, com vigor e método, a tarefa de Milan
Machovecem seu “Jesus para ateus”, reconhecendo, com
elé,'^êTesW haõ~é patrimônio exclusivo~da religião e da teo­
logia. Busca-se o sentido da história què os homens constroem.
Ao ser lançado na França, o presente livro recebeu o
prêmio de melhor livro teológico do ano.
Juan Luís Segundo, jesuíta uruguaio, nasceu em 1925 e
faleceu em janeiro de 1996. Foi um dos principais repre­
sentantes da Teologia daLibertação. Autor de vasta obra
bibliográfica.

ISBN 85-349-0742-0

7 8 853A 9D7A22'

A HISTÓRIA PERDIDA E RECUPERADA
DE JESUS DE NAZARÉ

Título original
La historia perdida y recuperada de Jesus de N azaré

© Sal Terrae, Santander, 1991
Tradução
M agda Furtado de Queiroz

Revisão teológica
Hilário Pandolfo

Revisão literária
H. Dalbosco

Capa
Visa

© PAULUS-1997
Rua Francisco Cruz, 229
0417-091São Pauto (Brasil)
Fax (011) 570-3627
Tel. (011) 575-7362
ISBN 85-349-0742-0
ISBN 84-293-0918-7 (ed. original)



De los Sinópticos a Pablo

INTRODUÇÃO GERAL

APROXIMAÇÃO A JESUS
RECURSO AO MÉTODO

y ,

ÿ lL a ^ in  o r

^ SnaJOam^^cnZa ê'âÆoBu^... ($t 9.15.

INTRODUÇÃO

VERDADEIRO E FALSO INTERESSE
POR JESUS DE NAZARÉ

A quem pode interessar hoje esse ser histórico, humano,
que se chamouJesus de Nazaré? A pergunta parece ter apenas
um resposta óbvia: aos cristãos. No entanto, refletindo um pou­
co, esse caráter óbvio da resposta se desvanece. De fato, perce­
bemos que se baseia em pressupostos que seria conveniente ajus­
tar melhor e que talvez não resistam — pelo menos, em parte —
a esse exame.
Por exemplo: a pergunta supõe que exista uma continuida­
de definida entre Jesus deNazaré e o que hoje chamamos “cris­
tianismo”. Mas isso está bem longe de ser uma evidência abso­
luta. Nenhum historiador sério aceita — ou, pelo menos, ne­
nhum deveria aceitar, a priori — que exista tal continuidade, ou
que ela dispense a apresentação de provas correspondentes. Nada
é menos certo — repito: a priori — que Jesus de Nazaré, caso
vivesse hoje, coubesse nos parâmetros que permitemqualificar
uma pessoa, ou um grupo, ou uma estrutura social como “cris­
tãos”. Seria até enormemente saudável se as igrejas assim cha­
madas deixassem de confiar num rótulo tão duvidoso e se pro­
pusessem com todo rigor e radicalidade — atualmente — essa
estranha pergunta sobre tal continuidade.
Outra semelhante associação de idéias faz de Jesus o fun­
dador de uma das grandes religiões da humanidade,o que, apa­
rentemente, circunscreve seu interesse ao âmbito do “religio­
so”. Obviamente, hoje, com os conhecimentos históricos de que
dispomos, ninguém mais negará que Jesus tenha sido efetiva­
mente um homem religioso. Por outro lado, seria muito difícil

encontrar, em sua época, homens importantes para a humanida­
de que não participassem, de uma maneira ou de outra, de uma
concepção dodivino e de como o homem se aproxima a essa
dimensão. No entanto, não é com isso que fica tudo dito, e é
possível que, assim, nem sequer se diga o essencial sobre ele.
Jesus de Nazaré enfrentou duramente as autoridades religiosas
de sua época. O valor dessa crítica está ainda bem longe de ser
aceito por essa mesma religião que — supõe-se — tenha sido
fundada por Jesus. Um de seus mais profundos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • CURSO DE HIST RIA RESENHA JESUS HIST RICO
  • Juan luis vives
  • hist ria
  • Na Hist Ria Do
  • Hist Ria
  • HIST RIA
  • Hist Ria
  • Hist Ria

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!