Resenha do livro Psicologia e Pedagogia. Jean Piaget

Páginas: 8 (1906 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Psicologia e pedagogia
Jean Piaget
Reservados os direitos de propriedade desta tradução pela Editora Forense Universitária
Ltda. Av. Erasmo Braga, 299 - 2° andar - Rio de Janeiro, RJ
Impresso no Brasil
SUMARIO
Sétima impressão - 1985
Traduzido de: PSYCHOLOGIE ET PEDAGOGIE Copyright (c) 1969, by Editions Denoel,
Paris
Tradução de:
DIRCEU ACCIOLY LINDOSO e ROSA MARIA RIBEIRO DA SILVARevisão de:
PAULO GUIMARAES DO COUTO
Primeira Parte
Educação e Instrução desde 1935


Jean Piaget, a partir de seus escritos, nos deixa claro crer em um modelo de educação, no qual as experiências singulares por meio de ações espontânias, se sobrepõe à um modelo educacional tradicional, onde o aprendizado, estaria limitado apenas à meras repetições.
Nesse sentido, Piaget vem propor areestruturação das bases educacionais, aliando a inteligência, à liberdade do indivíduo para atribuir significados, a partir de suas próprias experiências, sem que estas estejam atreladas à verdades absolutas e imutáveis, as quais viriam por reprimir qualquer possibilidade de criação, despresando assim, a capacidade do indivíduo, de descobrir-se ao mesmo tempo em que descobre o mundo à sua volta e suaspróprias formas de agir diante desse mundo.
Considerando a psicologia do desenvolvimento, assim como, os progressos na psicologia da criança e do adolescente segundo Piaget, podemos observar que o autor defende a idéia de que a inteligência está intimamente relacionada à execução e coordenação das ações. Dessa forma, o autor exemplifica a evolução gradual da inteligência, a partir de quatroestágios: O primeiro (sensório-motor), refere-se aos dois primeiros anos de vida. No início desse estágio, (entre 0 e 9 meses), a criança conduz tudo para si e para seu próprio corpo, criando assim, um universo próprio, marcado pelo egocentrismo. À medida em que a criança vai dando significado às suas próprias ações e se reconhecendo como parte integrante do universo, ela também começa a perceber, queesse universo não gira em torno dela, sendo este, regido por algumas leis, as quais são aplicadas à todos, inclusive à ela. A partir de então, o conceito de (causalidade) começa a ser identificado e experimentado, pois a criança passa a perceber que suas ações geram consequências. Durante o percurso por um estágio e na passagem de um estágio à outro, notadamente ocorre uma contínua descentralização,visto que gradualmente, a criança vai percebendo-se enquanto ser atuante no mundo, dotada de capacidades para interagir, representar (dar significado) às situações que lhes são apresentadas. O início do estágio pré-operatório (dos 2 aos 7 anos aproximadamente), vem integrar essa constante descentralização, visto que este, permite que a criança dê continuidade (ainda que de forma desordenada) àidéia de se notar como parte de um todo, estando este, em constante transformação. a criança inicia um pensamento dedutivo, porém este, carente de operações, ainda aparece sem a clara noção de lógica. Nesse estágio, há um maior esforço para se chegar à uma conclusão, porém, o Pensamento ainda ocorre de forma desequilibrada. Imagina-se, que uma linha reta, quando dividida ao meio, representa umcaminho mais longo, ou que a distância entre A e B, não pode ser a mesma do que entre B e A. A passagem do estágio pré-operatório ao operatório concreto (dos 7 aos 11 anos aproximadamente), marca uma maior segurança por parte da criança, no sentido de se notar mais autônoma, visto que nesse estágio, a crescente descentralização, interiorização e coordenação, facilitam muito a resolução de problemas.Nota-se então, uma real capacidade de classificação, agrupamento e revercibilidade, o que lhes permite conseguir facilmente, realizar operações concretas. A passagem das operações concretas às operações formais (dos 11 anos até a vida adulta), marca um período de transição, referindo-se ao surgimento da capacidade de raciocinar, de forma a considerar mais de uma hipótese para se chegar à uma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESENHA CRITÍCA DO LIVRO: SEIS ESTUDOS DE PSICOLOGIA (JEAN PIAGET)
  • Resenha do livro Construtivismo de Jean Piaget e Emilia Ferreiro
  • contributo de Jean Piaget na pedagogia
  • Psicologia da Educação Jean Piaget
  • A Psicologia do desenvolvimento de Jean Piaget
  • Jean piaget- Psicologia e Educação
  • A PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO EM JEAN PIAGET
  • Resenha critica de jean piaget

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!