Criptococose, histoplasmose

Páginas: 6 (1360 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Zoonoses relacionadas com aves



Objetivo da aula
• Criptococose;
• Histoplasmose;

• Influenza Aviária.

Criptococose
• Doença do pombo.

• Não é doença de notificação compulsória.

Criptococose
Agente etiológico:

• Cryptococcus neoformans - fungo;
– Variedade neoformans (sorotipo A e D) - AIDS;
– gatti (sorotipo B e C).

Criptococose
Reservatório:

• Isolado nosexcrementos de aves (pombos).
• Fungo saprófita que vive no solo, em frutas secas,
cereais e nas árvores.

Criptococose
Suscetíveis:

• Animais domésticos, mamíferos silvestres, aves e
seres humanos.
• Gatos, equinos, bovinos.
• Rara em cães.
• Raça humana apresenta uma notável resistência:
– Maior prevalência em adultos imunossuprimidos (AIDS,
corticosteróides).

Modo detransmissão:

Criptococose
Modo de transmissão:

• Inalação - atinge facilmente a corrente sanguínea e
se dissemina para diferentes órgãos.
• Fezes de pombos.
• Plantas (ex. eucalipto), fezes de diferentes espécies
de aves, fezes de morcegos, como contaminante do
leite de vacas com mastites micóticas e até em
vespas.

Criptococose
Sinais clínicos - animais:
• Problemas neurológicos:forma mais frequente da doença em
cães. O fungo atinge o sistema nervoso central causando uma
meningoencefalite granulomatosa. Dificuldades de
locomoção, convulsões. paralisia de membros, cegueira,
surdez, etc.
• Problemas oculares: corrimento ocular, sinais de inflamação,
uveíte anterior, descolamento de retina e cegueira.
• Síndrome respiratória: mais observada em gatos. Corrimento
nasalmucopurulento, espirros, dispnéia, tosse. Formação de
massas, semelhantes a tumores na região nasal ("nariz de
palhaço”).
• Problemas de pele.

Problemas de pele:
ferimentos ulcerados na face,
pescoço, patas, nódulos ou
tumores na região da
cabeça.

Criptococose
Sinais clínicos - humanos:

• Pode causar a morte.
• Forma cutânea: lesões acneiformes, ulcerações ou
massas subcutâneasque simulam tumores.
• Forma sistêmica: meningite subaguda ou crônica,
caracterizada por febre, fraqueza, dor no peito,
rigidez de nuca, dor de cabeça, náusea e vômito,
sudorese noturna, confusão mental e alterações de
visão. Pode haver comprometimento ocular,
pulmonar, ósseo e, às vezes, da próstata.

Criptococose
Diagnóstico - animais:

• Citologia, biópsia, cultura de fungo.
•Diferenciar de esporotricose e carcinoma epidermóide.

Criptococose
Tratamento – humanos:
• Se não tratada a tempo pode causar morte.
• Anfotericina B.
Tratamento – animais:
• Diagnóstico precoce é a única forma de evitar a
morte do animal.
• Tratar rapidamente com antifúgicos.

Criptococose
Controle:

• Atividades educativas.
• Medidas de controle de proliferação de pombos.
•Umidificação dos locais com acúmulo de fezes para
que os fungos possam ser removidos com segurança,
evitando a dispersão por aerossóis.
• Manter o ambiente sempre limpo com sabão e
desinfetante.

Histoplasmose
Agente etiológico:

• Histoplasma
capsulatum.

Histoplasmose
Agente etiológico:

• Fungo dimórfico.
– Fase micelial: solo
– Fase leveduriforme (parasitária): temperaturacorpórea
(37ºC).

• Tropismo pelo sistema fagocitário mononuclear.

Histoplasmose
Reservatório e fonte de infecção:

• Solos ricos em substâncias orgânicas, com pH ácido e
contaminados com dejetos de aves de criação,
morcegos ou pássaros agregados.
• Infecções naturais em outras espécies animais (cães
e morcegos) - excreção de fungos por meio de lesões
intestinais.
• Transmitida pormorcegos e aves.

Após a inalação do agente, ocorre a forma pulmonar (aguda
ou crônica). Posteriormente, por via hematógena, ocorre a
forma disseminada - pele, mucosas e outros órgãos (baço,
fígado, coração).

Histoplasmose
Modo de transmissão:

• Proliferação dos microrganismos no solo.
• Inalação do fungo, suspenso em aerossóis.
• Sua ocorrência está associada a locais com alta...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Histoplasmose
  • histoplasmose
  • Criptococose
  • Histoplasmose
  • Histoplasmose
  • Criptococose
  • Criptococose
  • histoplasmose

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!