Capitalismo tardio e sociabilidade moderna

Páginas: 8 (1861 palavras) Publicado: 19 de maio de 2013
O Brasil, na década de 50, tinha a sensação de que estava a poucos passos da modernização e que, esta modernização o levaria ou o igualaria a um país de primeiro mundo.

De 1945 até 1964, nos momentos principais do processo de industrialização, instalou-se os setores de grande tecnologia com seus investimentos de grande porte. As migrações internas e a urbanização foram acelerando-se.Formou-se um novo padrão de consumo no Brasil. Trazido pelos padrões de produção e de consumo próprios aos países desenvolvidos.
Surgem as industrias do aço, a petroquímica, fibra sintética, hidroelétricas, alumínio, a do cimento, vidro, e papel. Alimentos, indústria têxtil, confecções, calçados, bebidas, móveis. O sistema rodoviário cortava o Brasil de fora a fora. A indústria do automóvel e oseletrodomésticos tomam conta do mercado. Até mesmo navios de carga e aviões o Brasil fabricava. Houve o predomínio do alimento industrializado. Os supermercados e Shopping Centers. A indústria farmacêutica estava no auge, pois de um lado existiam as “doenças do progresso” e de outro “as doenças do atraso”.

“Em suma: todas essas variações do consumo apontavam para os movimentos da sociedade”.

Avida do campo passou a ser indesejável, a repelir, a expulsar o homem que migrou para os centros urbanos em busca do trabalho moderno.

A estrutura no campo, na década de 50 era formada:
1)Pelos latifundiários capitalistas (café e açúcar), latifundiários “tradicionais” (pecuaristas).

2) Os médios proprietários (arrendatários capitalistas).

3) A pequena propriedade familiar.

Nessatotalidade, cerca de 85% era formada por posseiros, pequenos proprietários, parceiros, assalariados temporários ou permanentes, extremamente pobres ou miseráveis. O que os aproximava era a miséria ou a extrema pobreza em que viviam. A vida social girava em torno de padrões patriarcais. Poucas crianças freqüentavam a escola, mal aprendiam a ler e a escrever. Para eles isso não era necessário. Esse era opanorama do campo.

A cidade atraiu o homem do campo. Nas cidades a industrialização acelerada e a urbanização rápida vão criando novas oportunidades de trabalho.

“No capitalismo, a concorrência entre os homens formalmente livres e iguais é um processo objetivo que determina, que escolhe os que se apropriarão das oportunidades de investimento, mais ou menos lucrativas, e se transformarão emempresários, pequenos, médios ou grandes, integrando a classe proprietária; e os que colherão tal ou qual oportunidade de não-proprietários”.

“O Capitalismo cria a ilusão de que as oportunidades são iguais para todos, a ilusão de que triunfam os melhores, os mais trabalhadores, os mais diligentes, os mais” econômicos”.
Nessa década a desigualdade era extrema. Poucos eram grandes empresários. Eramdonos de pequenos negócios ou trabalhavam por conta própria. O imigrante era o grande vencedor.

O migrante rural também se sente vencedor ocupando postos de trabalho de baixa qualificação. Os negros, em sua maioria, ficaram com o trabalho subalterno, rotineiro, mecânico, mas em geral também melhoraram de vida.

Os anos de 1950 e 1980 marcam uma sociedade em movimento. O desenvolvimento criouoportunidades de investimento. Havia o Plano de Metas de Juscelino, que tinha como lema “50 anos em 5”. O sistema bancário financiou o consumo, as indústria tradicionais de bens de consumo e a construção civil e a demanda derivada da empresa estrangeira ou da empresa pública promove o surgimento de pequenas e médias empresas. Sem falar no comércio de bebidas, calçados, roupas e alimentos.

Em1950 a 1960 a burguesia tirava partido do Estado e da grande empresa multinacional, que era o centro do novo poder econômico. O progresso era sinônimo de bons negócios. Explorava a mão de obra do povo intensivamente e via o Brasil como um lugar para ganhar dinheiro rapidamente.

Em relação ao Estado, a centralização trouxe elementos novos, que alteraram a qualidade e a natureza do conjunto de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Resenha de capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • Resenha
  • Resenha
  • Capitalismo tardio e sociabilidade moderna
  • capitalismo tardio e a sociedade moderna
  • o capitalismo tardio
  • Capitalismo tardio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!