Absenteismo Docente Rede Estadual

Páginas: 38 (9491 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015
A falta faz falta? Um estudo sobre o absenteísmo dos professores da
rede estadual paulista de ensino e seus efeitos sobre o desempenho
escolar
Priscilla Albuquerque Tavares1
Rafael de Sousa Camelo2
Paula Reis Kasmirski3
Resumo
Este artigo investiga os determinantes do absenteísmo docente e seu impacto sobre o
desempenho escolar. Mostra-se que os atributos relacionados à carreira, como tempo decarreira e do status ocupacional, ajudam a explicar a decisão do professor em faltar. Por outro
lado, quanto maior o engajamento do professor na escola, menor a incidência de faltas.
Estima-se que 10 dias a mais de falta dos professores estão associados a uma nota em
matemática 5% de um desvio-padrão abaixo da média, quando se estima o modelo por MQO.
Para dar conta da eventual endogeneidade da taxade absenteísmo do professor, utiliza-se a
técnica de variáveis instrumentais, cujo instrumento é a distância da casa do professor até a
escola. O instrumento utilizado parece capaz de isolar boa parte da endogeneidade por trás do
absenteísmo docente, mas a partir desta estratégia econométrica o absenteísmo não se mostra
significante para explicar o desempenho dos alunos.
Palavras-chave: educação,desempenho escolar, absenteísmo dos professores.
Key-words: education, student achievement, teacher absences.
Classificação JEL: I28, J88.

1

Da EESP-FGV.
Da EESP-FGV.
3
Da FEA-USP.
2

1

Introdução
Os gestores da rede de ensino estadual paulista consideram que o elevado índice de faltas
dos professores ao trabalho é o principal problema enfrentado pelo dia-a-dia das escolas4. De
fato, numúnico dia letivo cerca de 12 mil professores efetivos estão ausentes das salas de aula
e mais 90 horas-aula são perdidas por não haver substituição 5. Em 2006, foram gastos
R$235,4 milhões para cobrir os custos do absenteísmo praticado na Secretaria da Educação
(SEE-SP)6. Em média, os professores faltam 18 dias por ano (8% dos 200 dias letivos)7.
As taxas de absenteísmo entre os professores são maiselevadas do que a média
observada entre os demais servidores estaduais paulistas: a proporção de dias de trabalho
perdidos na SEE-SP (6,2%) é a segunda maior entre todas as Secretarias do Estado8. O
elevado número de faltas pode estar relacionado ao risco ocupacional: as atividades manuais e
o contato com muitas crianças e adolescentes tornam os professores mais suscetíveis a
infecções (Nechas,1989); além disso, professores freqüentemente apresentam problemas
relacionados à voz (Rosenberg et. alli., 1999) e ao stress associado ao trabalho (Van Dick e
Wagner, 2001; Gasparini et. alli., 2005). No entanto, nos EUA existem evidências de que boa
parte das ausências dos professores é discricionária. Isto porque 64% delas ocorrem em dias
adjacentes aos dias „não-instrucionais‟ (finais de semana eferiados), que correspondem a 45%
dos dias letivos. Ademais, 70% das faltas por motivos de saúde são de curta duração (1 ou 2
dias) e não exigem certificação médica (Miller, 2008).
Assim, a ausência do professor deve estar associada também à permissividade dos
contratos de trabalho e à má gerência dos recursos humanos. Nas redes públicas de ensino, a
responsabilidade pela gestão de pessoal écentralizada por governos nacionais ou estaduais
responsáveis por milhares de servidores, o que dificulta a fiscalização da freqüência. A
4

SARESP 2008 – Questionário de supervisores: 36% dos supervisores de ensino apontam o absenteísmo dos
professores como o maior problema de gerenciamento das escolas, seguido da instabilidade das equipes
escolares (19%). Problemas como violência e insuficiência derecursos humanos e financeiros são citados por
menos de 2% dos entrevistados.
5
Departamento de Recursos Humanos - Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (DRHU/SEE-SP). O
dado, de maio de 2009, refere-se ao número de faltas ocorridas por dia. O mesmo professor pode incidir em mais
de uma falta no mesmo dia.
6
O Relatório „O Absenteísmo na Administração Pública Direta Paulista‟ mostra que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • rede estadual
  • ABSENTEISMO E PRESENTEISMO RELACIONADO AO TRABALHO DOCENTE
  • A DESMOTIVAÇÃO DO DOCENTE DE FÍSICA EM ESCOLAS DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TEOTÔNIO VILELA-AL
  • A DESMOTIVAÇÃO DO DOCENTE DE FÍSICA EM ESCOLAS DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE TEOTÔNIO VILELA-AL
  • Qualidade de vida dos professores da rede estadual
  • O ensino de língua estrangeira moderna na rede estadual
  • A Inclusão Do Surdo Na Rede Estadual De Ensino De Minas Gerais
  • A construção social da profissão docente no brasil: uma rede de histórias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!