• Resenha do livro `versos, sons e ritimos`
    Resenha: Versos, Sons, Ritmos GOLDSTEIN, Norma Seltzer. Versos, sons, ritmos. 14ed. São Paulo: Ática, 2008 GOLDSTEIN, Norma Seltzer. Versos, sons, ritmos. 14ed. São Paulo: Ática, 2008. Resenha: Versos, Sons, Ritmos.    Existe receita mágica para a interpretação de um poema? E para um entendimento...
    790 Palavras 4 Páginas
  • Ensaio sobre A Pauliceia Desvairada
    poeta, romancista, crítico literário, musicólogo e ensaísta, sendo aclamado como artista e teórico. Em 1917, Mário de Andrade publica seu primeiro livro de poesia: Há uma gota de sangue em cada poema, sob o pseudônimo de Mário Sobral. Esse é também o ano com que tem seu primeiro contato com a modernidade...
    3007 Palavras 13 Páginas
  • o ultimo andar
    Poesia de Cecília Meireles O POEMA "RIO NA SOMBRA" Som Frio. Rio Sombrio. O longo som do rio frio. O frio bom do longo rio. Tão longe, tão bom, tão frio o claro som do rio sombrio! In OU ISTO OU AQUILO ANÁLISE No poema...
    9879 Palavras 40 Páginas
  • Versos, sons e ritmos
    Versos, Sons, Ritmos. Norma Goldstein (Resumo) O livro objeto do presente fichamento esta subdividido em 13 (treze) capítulos, dos quais, 11 (onze) abordam de forma pormenorizada a maneira como se compõem os poemas, suas características próprias (quem o escreveu?; quando foi escrito?; qual sua finalidade...
    1979 Palavras 8 Páginas
  • AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA
    é simples mas rica em sensações, sons, tranquilidade e felicidade. Questão 02 – valor (0,5) O poema se intitula “A rua das rimas”. Rima é uma semelhança de sons entre a terminação de duas ou mais palavras. Ela normalmente ocorre entre palavras do final de versos, mas em alguns casos a rima também...
    1337 Palavras 6 Páginas
  • Trem de ferro
    retirado do livro Estrela da Manhã, publicado em 1936. A obra é composta por 28 poemas, entre eles Estrela da Manhã, que dá nome ao livro, Tragédia Brasileira e Trem de Ferro, que aqui será analisado. Alguns elementos do poema remetem à localização externa deste, que são a cana de açúcar (verso 34), a...
    524 Palavras 3 Páginas
  • manhã de inverno
    por duas comédias, "O protocolo" e "O caminho da porta". Passa a publicar vários contos no Jornal das Famílias. 1864 – Publicado seu primeiro livro de versos, Crisálidas. Em julho firma contrato com B. L. Garnier para a venda definitiva dos direitos autorais de Crisálidas. 1865 – É fundada a Arcádia...
    3375 Palavras 14 Páginas
  • Resumo do livro versos sons e ritmos de norma goldtein
    GOIÁS UNU DE POSSE IVETE LIMA NASCIMENTO FLEURI SÍNTESE DO LIVRO: VERSOS, SONS, RITMOS. POSSE-GO 2012 UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNU DE POSSE IVETE LIMA NSCIMENTO FLEURI SÍNTESE DO LIVRO: VERSOS, SONS, RITMOS. TRABALHO DE TEORIA LITERÁRIA, COM O OBJETIVO DE OTENÇÃO...
    2913 Palavras 12 Páginas
  • Glossário de Termos Literários
    dormides as manhanas frias, de Nuno Fernandes Torneol, revela-se um exemplo da assimilação do género à tradição poética da cantiga de amigo. Alfarrábio- Livro antigo ou velho e de pouco préstimo, ou valioso por ser antigo. ANAGNÓRISE- Elemento dramático de surpresa, de regra na tragédia clássica. ANANKÊ-...
    4422 Palavras 18 Páginas
  • O campones e a cobra
    poema e poesia. “As noções de “metro”, “verso” e “ritmo” estão estreitamente ligadas em nossa tradição literária. As leis de metrificação ou versificação apresentam as normas a serem seguidas, estabelecendo esquemas definidos para a composição de verso. No sistema silábico ou acentual, elas determinam...
    1127 Palavras 5 Páginas
  • Interpretação desencanto manuel bandeira
    aspectualization; tensiveness; poetry; M. Bandeira www.fflch.usp.br/dl/semiotica/es Estudos Semióticos - número três (2007) ALMEIDA, D.C. O livro de estréia de Manuel Bandeira – A Cinza das Horas (1917) – é repleto de poemas de um lirismo melancólico e que remetem a temas como a espera da morte...
    6209 Palavras 25 Páginas
  • Analise poetica "o relogio"
    Analise interna O Relógio é um dos poemas de Vinícius de Moraes que faz parte de “Arca de Noé”, lançado em 1970 pela editora José Olympio. O livro, com poemas infantis, foi dedicado a seus filhos. Vinícius, poeta do amor e da sensualidade mais profunda, talvez não fosse o mais adequado para falar...
    537 Palavras 3 Páginas
  • SEQUÊNCIA DIDÁTICA
    sobre como e por que foram pensadas as propostas de atividades a ser realizadas com as crianças. É nessa parte que também se definem o trabalho com livros e as letras das canções dos CDs e os benefícios desse tipo de texto para as aprendizagens de leitura e escrita das crianças. A segunda parte está...
    13712 Palavras 55 Páginas
  • Cenas!
    INFORMATIVA - TEXTO POÉTICO Verso: cada linha de um poema. Estrofe: conjunto de versos agrupados de forma a constituírem uma unidade gráfica com sentido; as estrofes têm designação diferente conforme o número de versos que as constituem. Métrica: é a medida do verso que se pode quantificar e classificar...
    1662 Palavras 7 Páginas
  • lingua portuguesa
    Pai, eu confesso, eu faço prosa e verso Na feira eu vendo livro, no show eu vendo ingresso Na loja eu vendo disco, já vendi mais de um milhão Se isso for um crime, quero ir logo pra prisão Meu Pai, eu confesso, eu faço prosa e verso Na feira eu vendo livro, no show eu vendo ingresso Na loja...
    3109 Palavras 13 Páginas
  • Análise da poesia de Silva Alvarenga :Glaura
    25.170.881 Posadas, 16 de Outubro de 2013. Analise do fragmento da poesia de Silva Alvarenga segundo o modelo proposto no livro da autora Goldstein Norma: Versos, sons, ritmos. 1 1 Glaura, as ninfas te chamaram A 2 e buscaram doce abrigo: B 3 vem comigo, e nesta gruta C 4 branda escuta o...
    2159 Palavras 9 Páginas
  • Textos Liricos
    de lembranças e nos vários números do Almanach de lembranças luso-brasileiro, livrinhos “cheios de informações úteis” que continham, também, “bons versos e prosas, firmados por autores conceituados” (MOSER, 1993, p. 17). Gerald Moser pesquisou esses livrinhos, na biblioteca da Pennsylvania State University...
    3200 Palavras 13 Páginas
  • Análise da Música "Alegria, Alegria" de Caetano Veloso
    Sem lenço e sem documento Eu vou.   Eu tomo uma coca-cola Ela pensa em casamento Uma canção me consola Eu vou.   Por entre fotos e nomes Sem livros e sem fuzil Sem fome, sem telefone, No coração do Brasil.   Ela nem sabe até pensei Em cantar na televisão O sol é tão bonito   Eu vou Sem...
    1062 Palavras 5 Páginas
  • ensaio sobre o Ex-estranho - Leminsk
    Despertador O livro de poemas O ex-estranho do poeta Paulo Leminski é uma publicação póstuma, lançada em 1996 pela editora Iluminuras, da coleção Catatau, cujos poemas foram organizados e selecionados por Alice Ruiz S. e Áurea Leminski. O livro tem como título O ex-estranho, termo que aparece duas...
    2139 Palavras 9 Páginas
  • redes
    Só, incessante, um som de flauta chora, Viúva, grácil, na escuridão tranquila, – Perdida voz que de entre as mais se exila, – Festões de som dissimulando a hora Na orgia, ao longe, que em clarões cintila E os lábios, branca, do carmim desflora... Só, incessante, um som de flauta chora, ...
    6084 Palavras 25 Páginas