O uso do crack: um problema social restrito as metrópoles?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1898 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL
RUTIELLE CLARENTINO DA SILVA




O uso do crack: um problema social restrito as
metrópoles?



















TAUÁ - CE
2012

RUTIELLE CLARENITNO DA SILVa



O uso do crack: um problema social restrito
as metrópoles?



Trabalho apresentado ao Curso (Serviço Social)da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina [ Antropologia, Educação a Distância, Psicologia Geral, Fundamentos Históricos Teoricos e Metodologicos do Serviço Social I, Formação Social Politica e Economica do Brasil ].


Profª. Lisnéia Aparecida Rampazzo
Profª.Giane AlbiazzettiProfª.Francielle Toscan Bogado
Profª.Patrícia Martins Castelo Branco.
Prof.Gleiton Luiz de Lima








Tauá-ce

2012





SUMÁRIO

RESUMO 4
INTRODUÇÃO 5
DESENVOLVIMENTO 7
1. COMO A SOCIEDADE ENFRENTA ESSE PROBLEMA....................................8
2. PROBLEMAS SOCIAIS PROVOCADOS PELOCRACK....................................9
CONCLUSÃO ....10
REFERÊNCIAS ............................11















RESUMO
Este trabalho procurou fazer uma abordagem sobre o universo de abrangência do crack, principalmente no que se refere aos aspectos de vida e ambientes em que estão inseridos, bem como efatizar a vida de um viciado frente a sociedade e como ele se comporta e o modo que a familia e asociedade encara este problema, destacando o papel do assistente social sendo impressindivel pois possibilitará atraves do aconselhamento abrir possibilidades para a recuperação do usuário, desta forma este trabalho tem por objetivo fazer uma investigação sobre a localização de maior freqüência de seus usuários. De acordo com os estudos realizados, foi possível identificar que o crack por ser umadroga misturada e de fácil acesso, uma vez que pode ser produzido nos fundos de quintais, está presente em maior proporção no cotidiano das pessoas menos favorecidas, porém não esta restrita apenas a essa camada social, mas as variadas classes e ambientes sociais

































INTRODUÇÃO

Vivemos em uma sociedade onde a violência ea criminalidade são discutidas e alarmadas diariamente. Acredita-se que esse fator é decorrente ao uso constante de substancias ilícitas que tem feito com que os usuários se submetam a situações extremas, o que tem sido um grande problema social.
No entanto, vale destacar que dentre estas substancias o crack tem sido uma das maiores preocupações, pelo fato de ser de fácil acesso econsumo, tendo como conseqüência disso um aumento da prostituição, criminalidade e pobreza.
Diante das leituras realizadas sobre a temática desse trabalho pode-se afirmar que a história do crack está diretamente relacionada com a da cocaína, droga que surgiu nos anos 60 e que, na época, era muito consumida por grupos de amigos, em um contexto recreativo.
Já o crack,surgiu como forma de criação de uma cocaína mais acessível, obtido por meio do aquecimento de uma mistura de cocaína, água e bicarbonato de sódio. seu efeito dura pouco, acaba sendo usado em quantidades maiores, o que torna seu uso muito mais perigoso e letal. Na década de 80, essa droga se tornou muito popular, principalmente entre as camadas mais pobres dos Estados Unidos
O consumo do cracksempre foi associado como uma droga das classes sociais pobres. Essa fama se deu por conta do baixo valor, porém hoje sabemos que o crack estar inserido nas mais variadas classes sociais.
Um dos fatores que leva a dependência, ou seja, uso abusivo do crack é a mistura de sua composição, sendo que esta é de grande potencia afetando diretamente o sistema nervoso do individuo apresentando efeitos...
tracking img