O uso do crack: um problema social restrito às metropoles?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1939 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 ORIGEM 2 – COMO SURGIU O CRACK? 4
3 Representação Social 3 – Como a População Compreende este Problema? 4
4 Questão Social 4 – Como o Assistente Social podeContribuir para o Atendimento a População? 4
5 População x Urbanização no Brasil 5 – Teria Possibilidade a Expansão do Crack? ..................... 4
6 Consequências 6 – Emocionais e Afetivas para os Dependentes e Familiares.....................................................................................................................4

8 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8SANTA CRUZ – RN
2012
RESUMO

Este texto apresenta uma análise sobre como o uso do crack se tornou uma das grandes expressões sócias do mundo moderno abordando temas importantes que levam ao cidadão a refletir sobre vários aspectos que englobam todo um contexto social e cultural que levaram parte da população jovem a essa degradação. Através de estudos busca-se identificar quaisas principais conseqüências emocionais e afetivas aos dependentes e familiares e como o tratamento adequado sobre a orientação de profissionais podem ajudar estas pessoas a integrar-se novamente a sociedade.




INTRODUÇÃO

Desde os primórdios dos tempos o homem busca formas de prazer ao longo de sua existência, são muitas as formas desde uma simples degustação de uma comidasaborosa até o uso de drogas lícitas e ilícitas em busca do mais profundo prazer. Entretanto o estudo científico busca explicar a complexidade do fenômeno, demonstrando através de pesquisas que a conseqüências psicológicas, físicas e sociais aos dependentes químicos de forma generalizada. Há pouco tempo à população e órgãos governamentais voltou-se para este problema dando enfoque os principaismotivos que levam aos cidadãos a essa degradação, buscando de forma objetiva, alternativas que possam tratar devidamente desta questão não de forma superficial, mas de forma consistente e ampla que possa dar suporte necessário aos dependentes. É impossível falar da drogadição do mundo moderno sem buscar explicações do que levaram a esta questão social, levantado temas importantes que interessam atodos os cidadãos como também e impossível falar do crack e não associar a criminalidade, tráfico de drogas, prostituição, DSTS, mortalidade de jovens, as conseqüências e marcas deixadas pelo uso abusivo aos dependentes e aos familiares que vivenciam no seu cotidiano a experiência de conviver com os usuários de drogas em fim como se tornou o problema de saúde pública, entre tantos outros fatores quecontribuíram consideravelmente para este problema, que há alguns anos atrás levou a população a fazer mau juízo pois desconheciam ou simplesmente ignoravam esse fenômeno.


DESENVOLVIMENTO


1 ORIGEM 2 – COMO SURGIU O CRACK?

É importante compreender desde o surgimento do crack até suas conseqüências aos dependentes, familiares e a própria sociedade sendo hoje consideradauma das grandes expressões sociais do mundo moderno e como se tornou objeto de estudo do assistente social. O uso desta droga ilícita esta intrinsecamente relacionada com a cocaína conhecida popularmente como “coca”. Foi por volta da década de 60 nos Estados Unidos que a cocaína começou a ser comercializada, na época era considerada uma droga de ricos devido ao seu preço elevado. Daí o principalmotivo para a criação de uma “cocaína” mais acessível. Na década de 70 começaram a misturar a cocaína com outros produtos e deram origem ao crack, cerca de cinco vezes, mas potente que a cocaína na sua forma mais pura. Por volta dos anos 80 à droga começou a se popularizar entre as camadas mais pobres, no Brasil seu surgimento foi a partir da década de 90 e disseminou inicialmente em São Paulo e...
tracking img