O trabalho do assistente social na penitenciária lemos brito e a análise das políticas públicas desenvolvidas no sistema prisional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2750 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal Fluminense
Centro de Estudos Socias Aplicados
Escola de Serviço Social
Departamento de Serviço Social










O trabalho do Assistente Social na penitenciária Lemos Brito e a análise das políticas públicas desenvolvidas no sistema prisionalProjeto de Pesquisa apresentado aProfª.: Kátia Lima










Aluna: Marcela Silva Faria dos Santos



Rio de Janeiro
Dezembro/2006



SUMÁRIO:



1- APRESENTAÇÃO.............................................................................3


2-JUSTIFICATIVA.................................................................................4



3- OBJETIVOS.......................................................................................5



4- HIPÓTESE..........................................................................................5


5- REFERÊNCIAL TEÓRICO.................................................................6


6- PROCEDIMENTOSMETODOLÓGICOS..........................................11


7- CRONOGRAMA................................................................................12


8- REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS..................................................13





























APRESENTAÇÃO:


Esse projeto consiste basicamente em analisar a situação da família após a reclusão de um membro.Averiguar a efetivação de políticas públicas do Estado no auxilio a família e ao detento, observar se há violação dos direitos humanos e humilhação dos detentos, e também o papel e a importância do assistente social no processo de ressocialização do detento e na manutenção dos laços familiares.
A pesquisa é baseada na função do Serviço Social dentro da unidade penal Lemos Brito, dasatividades que o mesmo realiza para a manutenção do vínculo do preso com a família. Para isto, foram utilizados métodos de entrevista, a partir da visita a Unidade prisional Lemos Brito e da entrevista com as Assistentes Sociais Newvone Ferreira da Costa e Vera Regina S. F. De Sousa, também foram efetuados questionários com os familiares dos detentos nos horários de visita (19/10/06).A partir dos dadoscoletados, foi feito uma estatística, que permitiu uma análise do perfil das famílias e dos principais problemas por elas enfrentados. Além da pesquisa e leitura de textos complementares sobre o assunto.
A pesquisa aborda também os problemas sócio-econômicos que a família enfrenta, o preconceito que elas sofrem por parte da sociedade e a importância do convívio familiar na ressocialização dodetento.













JUSTIFICATIVA


Diante do crescente aumento da criminalidade e da violência, e conseqüentemente do aumento do numero de presos se faz necessária uma discussão e uma reflexão acerca desse tema. É importante que se trave uma discussão de como a política do sistema penitenciário contribui para a manutenção, a reprodução e o aumento do índice de violênciapela sua ineficácia. O sistema penitenciário é um grande reprodutor da violência.

O modelo carcerário vem apresentando diversos problemas.O caráter retributivo da pena que pretende punir toda conduta delituosa com um castigo tem se mostrado ineficaz para enfrentamento e o controle da criminalidade. As prisões, quanto mais violentas, degradantes e desumanas, mais estimulam seus egressos a...
tracking img