O processo educacional no brasil e a sua relação com a organização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 17 (4210 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 1 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. A história da educação no Brasil
A educação no Brasil sofreu grande influência da educação traga pelos portugueses da Europa, sendo que a população indígena possuía sua própria forma de educar. Com a chegada dos jesuítas eles trouxeram não somente a moral, os costumes e a religiosidade Européia trouxeram também os métodos pedagógicos.
Quando os jesuítas foram expulsos do Brasil por Marquesde Pombal, houve uma ruptura no sistema de educação que estava em andamento, sendo restaurada com a vinda da família real para o Brasil, onde a mesma implantou Academias Militares, Escolas de Direito e medicina o Jardim Botânico e, sua iniciativa mais marcante em termos de mudança, a Imprensa Régia.
A educação, no entanto, continuou a ter uma importância secundária. Basta ver que, enquanto nascolônias espanholas já existiam muitas universidades, sendo que em 1538 já existia a Universidade de São Domingos e em 1551 a do México e a de Lima, a nossa primeira universidade só surgiu em 1934, em São Paulo.
Por todo o Império, incluindo D. João VI, D. Pedro I e D. Pedro II, pouco se fez pela educação brasileira e muitos reclamavam de sua qualidade ruim. Com a Proclamação da República tentou-sevárias reformas que pudessem dar uma nova guinada, mas se observarmos bem, a educação brasileira não sofreu um processo de evolução que pudesse ser considerado marcante ou significativo em termos de modelo.
Concluindo podemos dizer que a Educação Brasileira tem um princípio, meio e fim bem demarcado e facilmente observável. Os períodos foram divididos a partir das concepções do autor em termos deimportância histórica. São eles:

Período Jesuítico (1549 - 1759);
Neste período a educação indígena foi interrompida com a chegada dos jesuítas. Os primeiros chegaram ao território brasileiro em março de 1549. Comandados pelo Padre Manoel de Nóbrega, quinze dias após a chegada edificaram a primeira escola elementar brasileira, em Salvador, tendo como mestre o Irmão Vicente Rodrigues, contandoapenas 21 anos. Irmão Vicente tornou-se o primeiro professor nos moldes europeus, em terras brasileiras, e durante mais de 50 anos dedicou-se ao ensino e a propagação da fé religiosa.Todas as escolas jesuítas eram regulamentadas por um documento, escrito por Inácio de Loiola, o Ratio Studiorum. Eles não se limitaram ao ensino das primeiras letras; além do curso elementar mantinham cursos deLetras e Filosofia, considerados secundários, e o curso de Teologia e Ciências Sagradas, de nível superior, para formação de sacerdotes. No curso de Letras estudava-se Gramática Latina, Humanidades e Retórica; e no curso de Filosofia estudava-se Lógica, Metafísica, Moral, Matemática e Ciências Físicas e Naturais.

Período Pombalino (1760 - 1808);
Os jesuítas foram expulsos das colônias em função deradicais diferenças de objetivos com os dos interesses da Corte.O resultado da decisão de Pombal foi que, no princípio do século XIX, a educação brasileira estava reduzida a praticamente nada. O sistema jesuítico foi desmantelado e nada que pudesse chegar próximo deles foi organizado para dar continuidade a um trabalho de educação.

Período Joanino (1808 – 1821)
A vinda da Família Real, em1808, permitiu uma nova ruptura com a situação anterior. Para atender as necessidades de sua estadia no Brasil, D. João VI abriu Academias Militares, Escolas de Direito e Medicina, a Biblioteca Real, o Jardim Botânico e, sua iniciativa mais marcante em termos de mudança, a Imprensa Régia. Segundo alguns autores, o Brasil foi finalmente "descoberto" e a nossa História passou a ter uma complexidademaior. O surgimento da imprensa permitiu que os fatos e as idéias fossem divulgados e discutidos no meio da população letrada, preparando terreno propício para as questões políticas que permearam o período seguinte da História do Brasil.

Período Imperial (1822 - 1888)
D. João VI volta a Portugal em 1821. Em 1822 seu filho D. Pedro I proclama a Independência do Brasil e, em 1824, outorga a...
tracking img