O nome da rosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
“O Nome da Rosa”




Disciplina: Filosofia
Índice:
- Atitudes face ao conhecimento………………………………………..Página 3
- A Possibilidade do Conhecimento…………………………………….Página 4
- Paralelo entreGuilherme e Aristóteles………………………………..Página 5
- A obra de Aristóteles…………………………………………………….Página 6
- Justificação do Título……………………………………………………Página 6
- Webgrafia eBibliografia………………………………………………...Página 7








2- Atitudes face ao Conhecimento
Face à problemática do conhecimento Guilherme de Baskerville e o Venerável Jorge tomam atitudes muito diferentes. Segundo a definição clássica, conhecimento é uma crençaverdadeira justificada.
O Venerável Jorge representa no filme um verdadeiro obstáculo ao conhecimento na medida que oculta livros que ele julga questionarem a autoridade e o poder da Igreja. Maisconcretamente envenena as páginas de um livro de Aristóteles que analisa o uso de comédia para se compreender o conhecimento, assim toda a gente que lesse o livro morreria envenenada. Jorge toma esta atitudeporque, nesta época, a Igreja dependia de temor e reverência e a comédia remove a reverência. Segundo Jorge a Bíblia é a única fonte de conhecimento que o Homem possui. Assim sendo, ele e os mongesdo seu mosteiro encontram neste livro a resposta para todos os mistérios, por exemplo para eles aquelas mortes eram todas obra do demónio. Os Monges, naquela época não se podiam rir por várias razões,o riso é o sopro do demónio, deforma o rosto dos homens e faz os homens parecerem-se com macacos (segundo o Venerável Jorge).
Por outro lado Guilherme de Baskerville, procura sempre a verdadeutilizando para isso os sentidos e a razão, nunca acreditando na justificação mais simples como os monges procurando sempre o verdadeiro conhecimento, ou seja a verdade. Entende-se por verdade aconformidade da ideia com o objecto.


3- A Possibilidade do Conhecimento
Relativamente à questão da possibilidade do conhecimento as duas personagens têm posições...
tracking img